Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Bolsa

Últimas notícias sobre "Bolsa" publicadas em idealista.pt/news

Bolsa de imóveis do Estado avança: cooperativas e concessões já regulamentadas

A bolsa de imóveis do Estado, pensada para colocar casas no mercado de arrendamento a preços acessíveis para a classe média, já está regulamentada, tendo sido publicada esta quinta-feira (17 de dezembro de 2020) a Portaria n.º 290/2020, “que regulamenta as vias de promoção dos imóveis inscritos na bolsa de imóveis do Estado para habitação aprovada pelo Decreto-Lei n.º 82/2020, de 2 de outubro”, refere o Ministério das Infraestruturas e da Habitação, em comunicado. Significa isto que passam a estar regulamentados os regimes de concessão e de cooperativas, iniciativas que abrem um novo espaço ao papel dos privados na estratégia do Governo de reforço da oferta pública de habitação.

Notícia sobre:

Dividendos pagos a acionistas recuam para níveis de 2013 devido à pandemia

A crise gerada com a pandemia da Covid-19 fará com que as remunerações dos acionistas fiquem contidas durante vários anos. A quebra na distribuição dos resultados relativos a 2020 poderá ser de 400 mil milhões de dólares, segundo as estimativas da Refinitiv compiladas pela Reuters.

Notícia sobre:

Ores entrou em bolsa há três meses, mas ações não mexeram - investidores "à espera" de rentabilidade

A Olimpo Real Estate Portugal (Ores) – a primeira Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI) listada no mercado nacional –, que foi lançada em conjunto pela Sonae Sierra e o Bankinter, completa os primeiros três meses na bolsa portuguesa, mas ainda não fez negócio. A SIGI encara a ausência de transações como um compromisso assumido pelos seus acionistas.

Notícia sobre:

SIGI: Ores entrou em bolsa há um mês mas ações não negociaram

A Olimpo Real Estate Portugal (Ores Portugal), primeira Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI) a nascer em Portugal – na sequência de uma parceria entre o Bankinter e a Sonae Sierra –, entrou em bolsa no dia 24 de junho de 2020, mas as primeiras sessões foram em branco. Agora, um mês depois de ter sido admitida à negociação, a valer 4,00 euros cada, as ações ainda não registaram qualquer variação.

Notícia sobre:

Ouro “ganha” força em tempos de pandemia

O ouro, que superou os 1.800 dólares (1.587 euros) por onça na última semana, cotação que já não era atingida há quase nove anos  – desde meados de setembro de 2011 –, ganhou força nos mercados financeiros em tempos de pandemia. É atualmente visto como um “porto seguro” por parte dos investidores, o que costuma acontecer em períodos de crise e/ou instabilidade política e económica.

Notícia sobre:

Empresas do imobiliário candidatas à bolsa de Lisboa não recuam por causa da Covid-19  

A admissão da socimi espanhola Merlin Properties na bolsa de Lisboa, no arranque de 2020, deixou a porta aberta a novas cotadas do setor imobiliário que, apesar dos tempos de incerteza, por causa da pandemia do novo coronavírus, mantêm os planos de vir a cotar na Euronext Lisbon

Notícia sobre:

Os efeitos do coronavírus na economia: dívida de Portugal entre as mais penalizadas

A propagação do novo coronavírus na Europa e nos EUA está a fazer soar cada vez mais os alarmes na economia mundial, com quedas a pique nas bolsas e fortes descidas nos preços do petróleo. Em Portugal também se estão a sentir os efeitos deste fenómeno, com as taxas de juro da dívida a disparar. A dívida nacional está, de resto, entre as mais penalizadas pela fuga ao risco.

Notícia sobre:

Merlin à espera do passaporte comunitário para ser socimi também em Portugal

O foco da maior empresa imobiliária cotada em Espanha continua apontado para Portugal. Em paralelo com os investimentos que tem em curso na melhoria dos ativos que detém no mercado luso, a Merlin pretende operar em Portugal também como socimi - à semelhança do país vizinho. "Mas para isso esperamos um aperfeiçoamento legal e regulamentar do regime das SIGI - (Sociedades de Investimento e Gestão Imobiliária) e que seja criado um passaporte comunitário", explica o CEO da empresa espanhola, Ismael Clemente.

Notícia sobre: