Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

As 10 cidades mais caras do mundo para expatriados são...

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

Trabalhar fora do país é uma boa experiência? Sem dúvida. Mas nem sempre é fácil para os profissionais suportar os custos de vida das cidades para onde vão trabalhar. A consultora Mercer elaborou um ranking das cidades mais caras para expatriados e os resultados estão à vista. As asiáticas ocupam os primeiros lugares, ainda que Zurique tenha conseguido “furar” este Top 10 que agora te mostramos.

Hong Kong é a cidade mais cara do planeta para um expatriado. Os custos de vida, comparados com salários e a flutuação das moedas, são a principal razão pela qual as cidades asiáticas se tornaram nas mais caras para os trabalhadores deslocados. O estudo leva ainda em conta os custos relativos à habitação, transportes e alimentação.

Depois de Hong Kong aparecem Tóquio (Japão), Seul (Coreia do Sul), Xangai e Pequim (China). Entre este domínio asiático aparece Zurique, uma das únicas cidades europeias, a par da vizinha Berna, ambas na Suíça, a constar na lista. 

Destacam-se ainda a inclusão de duas cidades africanas no ranking. Luanda, capital de Angola, e Jamena, no Chade, onde o custo de vida para expatriados também é elevado.