Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arquitetas irlandesas vencem Pritzker 2020: é a primeira vez que uma dupla de mulheres é galardoada

Portugueses Álvaro Siza Vieira (1992) e Eduardo Souto de Moura (2011) também já venceram o Nobel da arqutetura.

Autor: Redação

As irlandesas Yvonne Farrell e Shelley McNamara, fundadoras do atelier Grafton Architects, são as vencedoras do Prémio Pritzker 2020, o mais importante galardão da arquitetuta mundial – considerado o Nobel da arquitetura. É a primeira vez que a Fundação Hyatt distingue uma dupla de mulheres. São também as primeiras personalidades irlandesas a receber o prémio.

“A arquitetura pode ser descrita como uma das atividades culturais mais complexa e importante do planeta”, disse Yvonne Farrell, em comunicado. “Ser arquiteta é um enorme privilégio. Ganhar este prémio é maravilhoso e demonstra a nossa paixão pela arquitetura. Muito obrigado, é uma grande honra”, acrescentou.

Yvonne Farrell (1951) e Shelley McNamara (1952) conheceram-se nos tempos de universidade na Escola Superior de Arquitetura de Dublin, tendo sido “orientadas” por arquitetos racionalistas. Mais tarde, em 1976, licenciaram-se e passaram depois também elas próprias a lecionar. 

Fundaram, em 1978, o seu atelier, o Grafton Architects, e são membros do Instituto Real dos Arquitectos da Irlanda e membros honorários internacionais do britânico RIBA.

Segundo a Fundação Hyatt, a dupla de arquitetas cria espaços que “honram a história” ao mesmo tempo que “demonstram mestria do desenvolvimento urbano e artesania na construção”. 

“A colaboração entre Yvonne Farrell e Shelley McNamara representa uma verdadeira interconectividade entre partes iguais. Demonstram uma incrível força na sua arquitetura, mostram uma profunda relação com a situação local em todos os aspectos, estabelecem respostas diferentes a cada ‘projeto’ enquanto mantêm a honestidade do seu trabalho, e ultraoassam os requisitos do campo através da responsabilidade e da comunidade”, comentou o júri.

De referir que o atelier da dupla de arquitetas já tinha recebido o Prémio Leão de Prata da Bienal de Veneza de 2012, pela exposição Arquitectura como Nova Geografia. 

Yvonne Farrell e Shelley McNamara são a 47ª e 48ª vencedoras do Prémio Pritzker, numa lista onde constam os portugueses Álvaro Siza Vieira (1992) e Eduardo Souto de Moura (2011).

Estas são algumas das obras assinadas por Yvonne Farrell e Shelley McNamara: