Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Dados de mobilidade ajudam a avaliar evolução da economia no pós-pandemia

Jornal de Negócios via Bloomberg
Jornal de Negócios via Bloomberg
Autor: Redação

Alguns países já começaram a “desconfinar” e a abrir, aos poucos, as “portas” da economia. Com esta flexibilização, os investidores e analistas “apostam” nos dados de mobilidade da Apple e do Google para acompanhar o ritmo da recuperação económica e estimar os gastos dos consumidores em diferentes regiões. 

Em causa estarão informações que podem fornecer pistas preliminares sobre que países vão superar a pior recessão em décadas de forma mais rápida do que outros e quais vão ficar para trás, escreve o Jornal de Negócios, citando a Bloomberg.

A Covid-19 não tem paralelo com nenhum outro choque e, portanto, a maioria dos investidores está a desvalorizar indicadores tradicionais. Em vez disso, trata-se da forma da recuperação e, portanto, estamos a rastrear várias fontes de dados inovadoras que acreditamos serem mais atualizadas”, disse John Roe, responsável por fundos multiativos da Legal & General Investment Management, citado pela agência de notícias.

Recentemente, a Apple e Google lançaram ferramentas online com base na mobilidade das pessoas. A Apple usa dados anónimos da aplicação Maps da empresa, mostrando o volume de pessoas que conduz automóveis, caminha ou usa transporte público nas suas comunidades. Já os relatórios da Google, também anónimos, são discriminados por local e exibem a alteração nas visitas a lugares como supermercados e parques.