Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Carga fiscal

Últimas notícias sobre "Carga fiscal" publicadas em idealista.pt/news

Peso da carga fiscal no PIB aumentou em 2020 – o que explica esta evolução?

A carga fiscal em Portugal aumentou para 34,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 – isto é, mais 0,3% do que no ano anterior. Mas o que justifica esta evolução num ano em que não houve um agravamento generalizado de impostos nem a sua redução? Os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE) avançados esta terça-feira (dia 11 de maio de 2021) sugerem que por detrás deste aumento está a resiliência do mercado de trabalho, que ao não sofrer o impacto esperado em situação de crise da pandemia da Covid-19, os valores arrecadados pelo Estado em impostos associados como o IRS e a TSU tiveram um menor impacto – e, na verdade, até subiram.

Notícia sobre:

Carga fiscal aumenta em ano de pandemia para novo recorde – 34,8% do PIB

Em 2020, ano marcado pela chegada da pandemia da Covid-19, a carga fiscal situou-se em 34,8% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo a estimativa divulgada recentemente pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Em causa está uma carga fiscal – inclui receita de impostos e contribuições efetivas – de 70.377,0 milhões de euros.

Notícia sobre:

Carga fiscal continua em máximos em Portugal (34,8%) – e acima da média da OCDE

A carga fiscal em Portugal manteve-se nos 34,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, o mesmo valor apurado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) no ano anterior. Já a média da OCDE desceu 0,1% entre 2018 e 2019, de 33,9% para 33,8%. Em causa estão dados que constam no boletim anual sobre as receitas fiscais obtidas pelas economias que pertencem à OCDE, relativo a 2020.

Notícia sobre:

Peso dos impostos recua: Portugal foi o 10º país da Zona Euro onde a carga fiscal mais caiu

A carga fiscal em Portugal desceu duas décimas em 2019, para 36,8%, mais que na média dos países da União Europeia – recuou apenas uma décima, para 41,1%. Já na Zona Euro permaneceu estável, em 41,6%. Em causa estão dados revelados recentemente pelo Eurostat, que permitem concluir que Portugal foi o 10º país da Zona Euro onde a carga fiscal mais caiu.

Notícia sobre:

Estado vai devolver 200 milhões de euros de IVA aos consumidores

O Governo já revelou que pretende devolver uma parte do valor do IVA pago pelos portugueses nos consumos no setor do turismo, restauração e cultura com o objetivo de estimular a economia. As contas do Executivo apontam para um valor a devolver aos consumidores na ordem dos 200 milhões de euros.

Notícia sobre:

Impostos sobre empresas: cobradas mais de 4.300 taxas – Portugal em 11º lugar na UE

Em nove anos, entre 2008 e 2017, Portugal subiu da 16ª para a 11ª posição entre os Estados-Membros da União Europeia (UE) em matéria de peso dos impostos no volume de negócios das empresas, representando atualmente (em 2017) 20%. Ao todo, Portugal cobra a empresas mais de 4.300 taxas. Estas são algumas das conclusões de um estudo realizado pelas consultoras EY e Sérvulo para a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), que é apresentado publicamente esta terça-feira (6 de outubro de 2020).

Notícia sobre:

Casas que deixem de estar em AL têm de ser logo arrendadas para escapar a mais-valias

As casas retiradas do Alojamento locaL (AL) deixam de estar sujeitas ao pagamento de mais-valias se forem colocadas no arrendamento habitacional durante cinco anos consecutivos e desde que a afetação aos rendimentos prediais seja imediata. A garantia foi dada pelo contabilista Paulo Marques.

Notícia sobre:

Carga fiscal disparou a partir de 2013 – assim evoluiu desde 1995

A carga fiscal estabilizou no ano passado em Portugal, mantendo-se, no entanto, em máximos históricos: manteve-se em 34,8% do PIB. Trata-se de um valor ligeiramente inferior ao verificado na média dos países da UE28 (39,4%), segundo dados divulgados esta segunda-feira (11 de maio de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre:

A evolução da carga fiscal em Portugal nos últimos 50 anos

Nos últimos 53 anos – entre 1965 e 2017 –, a carga fiscal mais que duplicou, tendo passado de 15,7% para 35,4%. Trata-se de um aumento de 19,7%, o terceira mais alto da OCDE. Só Grécia e Espanha tiveram aumentos superiores.

Notícia sobre:

Carga fiscal bateu recorde no ano passado: assim evoluiu desde 1995

A carga fiscal subiu para 35,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 e atingiu um valor recorde: é o valor mais alto desde pelo menos 1995, confirmou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre: