Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

CGD

Últimas notícias sobre "CGD" publicadas em idealista.pt/news

CGD vende falido projeto imobiliário algarvio “The Keys” à brasileira SRESPX

O projeto imobiliário “The Keys”, situado na zona algarvia da Quinta do Lago, ocupa 81.500 metros quadrados (m2) de terrenos e foi responsável por um buraco nas contas da Caixa Geral de Depósitos (CGD) na ordem dos 307 milhões de euros – pertencia à falida Birchview, uma das maiores devedora do banco público. Agora, e depois de uma tentativa falhada de venda, por 110 milhões de euros, o empreendimento imobiliário foi comprado pela brasileira SRESPX – Investimentos, liderada por Rogério Estevinha Xavier, que fechou o negócio por 95,4 milhões.

Notícia sobre:

Caixa Geral de Depósitos avança com moratória de 6 meses no crédito à habitação (e outros)

À semelhança do que aconteceu em Itália e Espanha, o Governo vai avançar com moratórias para o crédito, justificando a decisão com o momento conturbado que se vive no país (e um pouco por todo o mundo) devido à pandemia do novo coronavírus. A Caixa Geral de Depósitos (CGD) “não perdeu tempo” e anunciou que vai aliviar os encargos das famílias e empresas com os empréstimos que têm, nomeadamente à habitação. Em causa está uma moratória de seis meses para os créditos pessoais, da casa e também nos financiamentos concedidos às empresas.

Notícia sobre:

Mota-Engil coloca ex-administrador da Sonangol e da CGD no topo da gestão

O economista português Emídio Pinheiro, depois de passar pelas cúpulas da Sonangol Holdings e Indústria e da Caixa Geral de Depósitos (CGD), entra agora na administração da Mota-Engil, como vogal do conselho da construtora portuguesa. 

Notícia sobre:

CGD empurra mais duas imobiliárias do Grupo QDL para a insolvência após dívidas de 307 milhões

Depois da Birchview, a CGD empurrou outras duas imobiliárias do grupo QDL para a insolvência, a Bridgedown Imobiliária e a Chapelmoor Imobiliária. Em causa estão dívidas ao banco público superiores a 307 milhões de euros.

Notícia sobre:

Banco público funde sociedades para criar 'macro' gestora de ativos mobiliários e imobiliários

O banco estatal vai fundir duas sociedades gestoras de ativos, nomeadamente a Caixa Gestão de Ativos e a Fundger. O objetivo é criar uma só entidade que passará a gerir quase 24 mil milhões de euros em ativos mobiliários e imobiliários.

Notícia sobre:

CGD põe fim à Imocaixa que teve perda de 40 milhões com projeto espanhol

O banco público vai extinguir a Imocaixa – que teve perdas de 40 milhões com um projeto em Espanha -, e incorporá-la na Caixa Imobiliário. A operação faz parte de um processo de simplificação do Grupo que foi negociado com as autoridades europeias.

Notícia sobre:

Terreno da central termoelétrica do Pego vendido muito abaixo do valor da avaliação

O processo já tem alguns anos, mas volta agora a dar que falar e a gerar polémica. No início de 2004, o terreno da central termoelétrica do Pego chegou a ser avaliado por 157 milhões de euros, tendo no mesmo ano a avaliação baixado para 36 milhões de euros. No entanto, a Tejo Energia pagou à REN pelo mesmo “apenas” 23 milhões de euros, isto em 2007.

Notícia sobre:

Willis Towers Watson é nova inquilina da antiga sede do Caixa BI

A antiga sede do CaixaBI foi ocupada pelos escritórios da Willis Towers Watson, empresa de consultoria, corretagem e soluções de seguros, que arrendou o espaço à Zurich – Companhia de Seguros Vida. A nova sede, agora no número 33 da Barata Salgueiro, tem 2.785 metros quadrados (m2) distribuídos por sete pisos e encontra-se numa zona prime da capital.

Notícia sobre: