Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

deco alerta para carácter restritivo da lei que permite renegociar o crédito à habitação

dos 1.200 casos que chegaram à deco, apenas dez está conforme aos requisitos
Autor: Redação

a lei que regula a renegociação do crédito à habitação está a gerar muitas dúvidas e envolta em polémica, nomeadamente no que diz respeito à sua aplicação prática. segundo a deco - associação de defesa do consumidor, são poucos os casos que preenchem os requisitos para o processo avançar, já que a maioria das famílias que pretendem renegociar os empréstimos esbarram no carácter demasiado restritivo da lei, que entrou em vigor há três meses

segundo a tsf, dos 1.200 casos que chegaram aos serviços da deco, apenas dez está conforme aos requisitos. apesar das críticas à nova lei e da preocupação relativa face ao número de processos que todos os dias dão entrada, a associação considera que os bancos estã a mostrar maior abertura para renegociar empréstimos, sejam créditos à habitação ou de consumo. dos cerca de 5.500 processos relativos a 2012, e que já estão concluídos, foi possível renegociar 80% dos mesmos