Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: banca baixa spreads para 2,8%

Autor: Redação

Boas notícias para quem quer pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. Depois de três anos de subidas, os bancos estão a baixar os spreads (taxa de juro que se adiciona à taxa Euribor e que, na prática, representa a margem de lucro dos bancos) praticados no crédito à habitação, colocando a média nos 2,8%. Desde janeiro, 12 dos principais bancos a operar em Portugal já desceram os spreads: CGD, BCP, BES, Totta, Banif, Montepio, Crédito Agrícola, Banco Popular, Barclays, BBVA, BIC e Deutsche Bank.

Apenas o BPI não mexeu nos spreads este ano, porque já o tinha feito em 2013. Foi, aliás, a primeira entidade financeira a fazê-lo. 

Em média, desde janeiro, o spread mínimo praticado por 13 bancos em Portugal caiu de 3,38% para 2,84%. De acordo com o Dinheiro Vivo, trata-se, ainda assim, de valores muito acima face aos praticados em 2006 (0,29% e em alguns casos 0%). Mas a verdade é que os bancos parecem estar de novo mais disponíveis para emprestar. 

A contribuir para esta diminuição de spreads estão, por exemplo, a normalização das condições de acesso ao financiamento, o abrandamento de entradas em incumprimento, o desalavancar dos balanços dos bancos e a melhoria das condições económicas.