Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: juros e prestação da casa descem em agosto

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se em agosto em 1,491%, menos 0,015% que em julho (1,506%). Também a prestação média vencida recuou em termos mensais, tendo diminuído um euro, para 259 euros.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita foi 3,071%, ligeiramente inferior (0,021%) à verificada em julho (3.092%).

No que diz respeito aos contratos “com destino de financiamento Aquisição de Habitação, a taxa de juro passou de 1,520% em julho para 1,505% em agosto”, escreve o INE. “Para este mesmo destino de financiamento, a taxa de juro implícita nos contratos celebrados nos últimos três meses foi 3,050%, inferior 0,020% à registada em julho”, acrescenta a entidade. 

Já a prestação média vencida – para o conjunto dos contratos de crédito à habitação – passou de 260 euros em julho para 259 euros em agosto. Nos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da mensalidade a pagar ao banco pelo empréstimo concedido para a compra de casa fixou-se nos 340 euros, mais nove euros que em julho.