Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Concessão de crédito à habitação sobe para níveis de 2011

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Os bancos voltaram a abrir a torneira do crédito à habitação. Em junho, os empréstimos para a compra de habitação própria representaram 46,5% do total de novos financiamentos concedidos pela banca, a maior percentagem desde o período anterior à chegada da Troika ao país, em 2011.

Segundo o Jornal de Negócios, em junho houve um aumento do crédito à habitação face a maio e face ao período homólogo, mantendo-se uma tendência positiva que se verifica desde o início do ano. Dados do Banco de Portugal (BdP), citados pelo Dinheiro Vivo, permitem concluir que a compra de casa continua a ser o grande motor do crédito, sendo que em junho a banca concedeu 377 milhões de euros para esse efeito, mais 27% que em maio e mais 88,50% que no mesmo mês do ano passado.

Entretanto, e segundo o Correio da Manhã, há mais de 656.000 famílias com prestações em atraso. O número tem vindo a descer, porque o número total de devedores com empréstimo tem vindo a cair, mas a percentagem de devedores tem-se mantido praticamente inalterada.

A publicação, que também se apoia em dados do BdP, escreve que no final de junho estavam contabilizados 4.375.696 contratos de crédito à habitação, verificando-se 15% de incumprimentos.