Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

... Que ficou mais fácil na Zona Euro em 2017

Gtres
Gtres
Autor: Redação

As condições da concessão de crédito no quarto trimestre de 2017 na Zona Euro foram suavizadas para o crédito à habitação, mas mantiveram-se para os créditos às empresas e ao consumo, segundo um inquérito do Banco Central Europeu (BCE).

O BCE, que fez este inquérito entre 1 de dezembro de 2017 e 2 de janeiro de 2018 a 143 bancos da Zona Euro, explicou que o ritmo da suavização das condições dos empréstimos à habitação se intensificou. No que diz respeito aos créditos às empresas e ao consumo, o BCE refere que as condições se mantiveram, escreve a Lusa.

"A pressão da concorrência e a perceção do risco dos bancos facilitaram as condições da concessão de crédito", revelou o BCE, que indica que, contudo, a tolerância ao risco dos bancos, os custos de financiamento e as restrições nos balanços tiveram um efeito neutro.

"A procura líquida de empréstimos à habitação continuou a ser impulsionada principalmente pelas baixas taxas de juro e as perspetivas favoráveis para o mercado da habitação, bem como pela confiança do consumidor", adiantou ainda o BCE.