Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Bancos abrem a torneira do crédito habitação: valor total concedido sobe 4,3% num ano

Stock total do crédito habitação fixou-se, em setembro, em 96 017,5 milhões de euros, o terceiro valor mais alto desde 2016.

Bancos mostram disponibilidade para financiar a compra da casa
Gtres
Autor: Redação

O valor total concedido pelos bancos para a compra de casa tem mantido uma trajetória crescente nos últimos tempos. Significa isto que a torneira do crédito habitação está (bem) aberta. “Em setembro de 2021, o montante total de empréstimos concedidos aos particulares para habitação cresceu 4,3% em relação a setembro de 2020 para 96,0 mil milhões de euros (estes empréstimos tinham crescido 4% no mês anterior)”, revelou esta quarta-feira (27 de outubro de 2021) o Banco de Portugal (BdP). 

Segundo o supervisor, também os “empréstimos ao consumo cresceram”, neste caso “1,5% face a setembro de 2020, fixando-se em 19,1 mil milhões de euros (tinham crescido 1,3% no mês anterior)”. 

No caso concreto do stock total de crédito habitação, fixou-se, em setembro, em 96 017,5 milhões de euros, mais que no mês anterior (95 551,3 milhões de euros) e no período homólogo (94 193,1 milhões de euros). 

De acordo com o BdP, trata-se do terceiro valor mais elevado desde, pelo menos, setembro de 2016. Apenas em abril e maio deste ano o montante foi superior: 96 291,1 e 96 665,6 milhões de euros, respetivamente.