Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Exportações afundam mais de 30% no segundo trimestre “à boleia” da pandemia

INE
INE
Autor: Redação

Com a pandemia da Covid-19, as exportações afundaram 30,6% no segundo trimestre do ano face ao período homólogo. Em causa estão dados divulgados esta sexta-feira (7 de agosto de 2010) pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), que permitem concluir, ainda, que o impacto do novo coronavírus também se fez sentir nas importações, que caíram 34,4%.

“No segundo trimestre de 2020, as exportações e as importações de bens diminuíram respetivamente 30,6% e 34,4% face ao segundo trimestre de 2019 (-31% e -30,7%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em maio de 2020)”, lê-se no site do INE.

Os resultados contribuíram para que, nos primeiros seis meses do ano, a quebra nas exportações e nas importações face ao semestre anterior fosse de 17,1% e 19,7%, respetivamente, o que representa uma inversão da tendência de crescimento registada em ambos os fluxos no segundo semestre de 2019 (+4,0% e +4,3%, pela mesma ordem). “Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as diminuições foram de 16,5% e 18,2%, respetivamente (+4,2% e +5,3%, no segundo semestre de 2019)”, conclui o instituto.