Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Desconfinamento avança a partir de domingo: tudo o que vai mudar nas 3 fases

Regras passam a ser aplicadas em todo o país e há mudanças já este domingo, dia 1 de agosto de 2021.

Desconfinamento em Portugal
Photo by Helena Lopes on Unsplash
Autor: Redação

As regras do plano de desconfinamento vão mudar já este domingo, dia 1 de agosto de 2021. O alívio das restrições vai passar a acompanhar o ritmo de vacinação contra a Covid-19, avançando em três fases. E as medidas definidas pelo Governo para cada fase vão ser iguais para todo o país e não por concelho. Explicamos tudo o que vai mudar, com base no plano aprovado em Conselho de Ministros, esta quinta-feira, dia 29 de junho de 2021. Este é o calendário do desconfinamento para Portugal.

Photo by CDC on Unsplash
Photo by CDC on Unsplash

Medidas gerais para todo o país

Apresentar o certificado digital ou teste negativo à Covid-19 vai ser regra para todo o país nas seguintes atividades:

  • Viagens por via aérea ou marítima;
  • Estabelecimentos turísticos e alojamento local;
  • Restaurantes no interior, aos fins de semana e feriados;
  • Ginásios (para aulas de grupo);
  • Termas e spas;
  • Casinos e bingos;
  • Eventos culturais, desportivos ou corporativos com mais de 1.000 pessoas (em ambiente aberto) ou 500 pessoas (em ambiente fechado);
  • Casamentos e batizados com mais de 10 pessoas (até às 02:00h).

Desconfinar passo a passo

Reconhecendo o avanço da vacinação e o seu importante contributo no controlo da pandemia da Covid-19, o Governo de António Costa decidiu que o alívio das restrições vai passar a ser em função do plano de vacinação. A 1 de agosto estima-se que 57% da população portuguesa deverá ter vacinação completa contra a Covid-19. No início de setembro, as previsões apontam para 71% e em outubro para 85%. Mês a mês, haverá assim restrições a serem levantadas.

Fase 1 – a partir de 1 de agosto

  • Fim da limitação horária de circulação na via pública a partir das 23h;
  • Restaurantes passam a poder estar abertos até às 2h00 da madrugada, o número máximo de pessoas por grupo passa a ser seis no interior e dez nas esplanadas e os clientes (apresentar certificados de vacinação ou testes negativos continua a ser necessário à sexta-feira à noite, ao fim de semana e aos feriados);
  • Eventos desportivos com público (regras a definir pela DGS);
  • Espetáculos culturais com 66% lotação e horários até as 2h;
  • Casamentos e batizados com lotação de 50%;
  • Equipamentos de diversão segundo regras da DGS, em local autorizado pelo município (como carrosséis e jogos itinerantes);
  • Teletrabalho passa de obrigatório para recomendado, quando as atividades o permitam;
  • Reabertura dos bares, mas sujeitos às regras dos restaurantes;

Fase 2- a partir de 5 de setembro

  • Fim do uso obrigatório de máscara na via pública;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias passam a ter limite de oito pessoas por grupo no interior e de 15 por grupo em esplanadas;
  • Casamentos e batizados com lotação de 75%;
  • Espetáculos culturais com 75% da lotação;
  • Transportes públicos sem limite de lotação;
  • Serviços públicos sem marcação prévia.
Photo by Álvaro CvG on Unsplash
Photo by Álvaro CvG on Unsplash

Fase 3 – outubro

  • Abertura de discotecas, com certificado digital ou teste negativo;
  • Bares deixam de estar sujeitos às regras da restauração, mas devem pedir certificado digital ou teste negativo;
  • Restaurantes sem limite máximo de pessoas por grupo;
  • Fim dos limites de lotação nos estabelecimentos, eventos culturais, casamentos e batizados.