Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

IRS em 2020: é preciso comunicar agregado e validar faturas este mês

O prazo para a comunicação do agregado familiar termina a 15 de fevereiro, e a validação das faturas a 25.

Photo by Kaleidico on Unsplash
Photo by Kaleidico on Unsplash
Autor: Redação

É chegada a hora de começar a preparar a entrega da declaração de IRS. O processo começa agora, em fevereiro, com duas datas que é preciso marcar na agenda. Até ao dia 15 deste mês os contribuintes devem confirmar ao Fisco a composição do seu agregado familiar, e até 25 é preciso verificar e completar a informação das faturas para beneficiar das deduções de 2019.

Mais um ano, mais uma declaração de impostos. Os passos a dar são praticamente os mesmos, ainda que valha a pena recordar os prazos para evitar problemas futuros com o Estado. A entrega da declaração de impostos referente aos rendimentos de 2019 deverá ser feita entre 1 de abril e 30 de junho de 2020, mas atenção, antes disso é preciso “tirar” algumas tarefas do caminho.

O primeiro passo tem de ser dado até ao dia 15 de fevereiro. Nesta data termina o prazo para atualizar os dados relativos à composição do agregado familiar e outros elementos pessoais relevantes, em caso de mudanças em 2019, como casamento, nascimento de filhos, divórcio, morte de cônjuge, mudança de residência, alterações à guarda conjunta ou filhos que deixaram de ser considerados dependentes.

Depois, e feita a comunicação do agregado, será necessário verificar, validar e completar a informação das faturas, se for caso disso, no Portal das Finanças, para que a AT possa calcular o montante dessas deduções. Uma vez dentro do e-fatura, será possível distribuir as despesas por onze categorias: saúde, educação, lares, habitação, reparação de automóveis, reparação de motociclos, restauração e alojamento, cabeleireiros, atividades veterinárias, passes mensais e despesas gerais familiares.

É muito importante que o faças, até porque há um conjunto de deduções que podem fazer crescer o valor do reembolso a receber.