Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Espanhóis da Merlin compram edifício Monumental e Torre da Galp por 103 milhões

O presidente da Merlin Properties, Ismael Clemente
Autor: Redação

A sociedade de investimento imobiliário espanhola Merlin Properties comprou o edifício Monumental e a Torre A do complexo Torres de Lisboa, que a Galp usa atualmente como sede, por 103 milhões de euros. Com esta operação, a carteira de escritórios da empresa fica com três edifícios na capital portuguesa.

A Merlin Properties é uma das principais companhias imobiliárias cotadas na bolsa espanhola, tendo como principal atividade a aquisição e gestão de ativos imobiliários na Península Ibérica.

A operação foi financiada com fundos próprios e o preço de aquisição supõe uma rentabilidade inicial bruta de 7,4%. 

O objetivo dos compradores é reabilitar o edifício Monumental, localizado na Praça de Saldanha, no coração de Lisboa. As obras passam por renovar a fachada e os equipamentos do imóvel, que conta com uma superfície arrendável de 22.387 metros quadrados, entre escritórios e zona comercial. A KMPG, a Marsh e a Mercer são algumas das companhias que estão ali agora instaladas.

Por outro lado, a Torre A das Torres de Lisboa tem uma área de 13.175 m2 e naquele complexo funcionam empresas como o Banco BPI, Galp, Cetelem, entre outras.

Com esta compra, a Merlin reforça o seu investimento em Portugal, depois de em junho de 2015 ter comprado a sede da tecnológica portuguesa Novabase no Parque das Nações, em Lisboa, por 18 milhões de euros.