Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Empresa portuguesa A1V2 participa em projeto na Argélia de 35 milhões

A empresa alocou 40 técnicos ao projeto (Foto: Jornal de Negócios).
Autor: Redação

A A1V2, empresa de engenharia e arquitetura portuguesa, está a participar na construção de uma unidade fabril de metalomecânica na Argélia, um projeto avaliado em 35 milhões de euros. A instalação industrial em causa terá 100.000 m2 e deverá empregar 550 pessoas.

“A obra surge no âmbito da expansão e internacionalização da A1V2 e envolve a implementação de uma unidade fabril de metalomecânica pesada, processo de produção e galvanização a quente, situada a 100 quilómetros da capital da Argélia, Argel", refere a empresa em comunicado.

Segundo o documento, a A1V2 "acompanhou o desenvolvimento de todas a fases do projeto" e foi responsável por vários tipos de trabalho, "desde o loteamento, a arquitetura, todas as estruturas, incluindo as dos grandes edifícios metálicos, as redes e equipamentos de hidráulica, as redes de gás de soldadura" e as redes e reservatórios de gás natural.

Para Luís Casaleiro, sócio-gerente da empresa portuguesa, o mercado argelino tem potencial, sobretudo no que diz respeito às estruturas metálicas, já que “apresenta índices muito promissores devido à necessidade de desenvolvimento do próprio país”.

A gestão deste projeto envolve a participação de 40 técnicos da empresa, com várias equipas em Portugal e Argélia, tendo sido elaborados mais de 70 projetos.