Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Luz verde para um dos maiores projetos imobiliários do país - serão 2 mil casas na capital

Maquete do empreendimento, que começa a ser construído em 2020 / VIC Properties
Maquete do empreendimento, que começa a ser construído em 2020 / VIC Properties
Autor: Redação

São 260.000 metros quadrados (m2) de área de construção numa área de aproximadamente 20 hectares. É neste terreno, na Matinha, freguesia de Marvila, Lisboa, que vão nascer mais de duas mil novas casas, naquele que será um dos maiores projetos imobiliários do século em Portugal, segundo a promotora VIC Properties, que adquiriu os referidos terrenos por escritura pública.

Segundo a empresa, as obras devem arrancar no início de 2020, com os trabalhos a serem desenvolvidos ao longo dos anos seguintes.

Maquete do projeto / VIC Properties
Maquete do projeto / VIC Properties

“Serão criadas diversas infra-estruturas dedicadas ao lazer e aos serviços que vão transformar esta parte da cidade numa zona de excelência para residir, trabalhar ou, simplesmente, visitar. Tal como no Prata Riverside Village, projeto já em curso e da responsabilidade do mesmo promotor, o objetivo é criar um espaço integrado dedicado exclusivamente às pessoas e à sua qualidade de vida”, refere a VIC Properties em comunicado.

"Com o projecto da Matinha, em conjunto com o Prata Riverside Village, a VIC Properties vai colocar no mercado mais de 2.700 novas habitações"
João Cabaço, co-CEO da VIC Properties

“Com esta aquisição, e tendo em conta a construção do Parque Ribeirinho Oriente, a VIC Properties vai também ligar o Parque das Nações ao Prata Riverside Village, prosseguindo a sua missão de requalificar uma parte da cidade que há muito se encontra estagnada”, lê-se no documento.

João Cabaça, co-CEO da VIC Properties, diz que a construção deste “empreendimento é também uma resposta à escassez de novas habitações em Portugal”, um problema que afeta sobretudo a capital. “Com o projecto da Matinha, em conjunto com o Prata Riverside Village, a VIC Properties vai colocar no mercado mais de 2.700 novas habitações”, adianta o responsável.

Vista panorâmica atual dos terrenos / VIC Properties
Vista panorâmica atual dos terrenos / VIC Properties

Luís Gamboa, COO da VIC Properties, revela que a empresa ambiciona “ser um promotor de referencia” e que “vai dar prioridade às medidas de sustentabilidade ambiental, prevendo iniciar o mais rapidamente possível os trabalhos de descontaminação dos solos dos terrenos da Matinha, recuperando-os e garantindo o nível adequado de protecção de saúde publica e ambiental”. 

De referir que a VIC Properties, que está sediada em Lisboa, assume ter “vasta experiência em grandes projetos de desenvolvimento”, sendo “uma plataforma imobiliária totalmente integrada, que cobre toda a cadeia de valor do processo de construção”.

“A VIC Properties atua desde o momento de identificação dos terrenos, durante a fase de planeamento, até à construção e venda, bem como a administração da propriedade e os serviços asociados”, refere a empresa, salientando que concluiu com sucesso, em abril, a emissão de 250 milhões de euros em Obrigações Convertíveis Garantidas (“Secured Pre-IPO Convertible Bonds”), numa operação que precede a admissão da empresa no mercado bolsista.

Vista panorâmica atual dos terrenos / VIC Properties
Vista panorâmica atual dos terrenos / VIC Properties