Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Grupo Fortera aposta forte em Portugal: investe 70 milhões em empreendimento em Espinho

“Espinho Business Center” terá habitação – cerca de 100 apartamentos –, comércio, serviços e hotelaria.

Fortera
Fortera
Autor: Redação

O grupo Fortera, que tem estado muito ativo em Portugal no setor imobiliário, vai investir 70 milhões de euros num novo empreendimento em Espinho, destinado a habitação, comércio, serviços e hotelaria. O “Espinho Business Center”, como se chamará, vai nascer num terreno com 23.000 metros quadrados (m2) e vai criar cerca de 130 postos de trabalho durante a obra e outros 150 após a conclusão da mesma.

A empresa adianta, em comunicado, que o empreendimento vai nascer na antiga parte industrial de Espinho e que terá grande impacto no desenvolvimento e requalificação da zona sul da cidade.

“Especialmente agora, que a cidade e o país precisam de investimento para movimentar a economia e criar empregos direta e indiretamente, estes empreendimentos ajudam a fazer a mudança, e este projeto que se desenha será o estado da arte do século XXI, aliando lazer, trabalho, vivência, tudo num ecossistema que corresponde à realidade de hoje”, refere Elad Dror, CEO do grupo Fortera, citado no na nota enviada às redações.

Fortera
Fortera

Segundo a promotora imobiliária, o projeto foi aprovado por todas as entidades e aguarda votação favorável da câmara municipal para depois ser submetido à aprovação da Assembleia Municipal de Espinho. Depois de aprovado, os trabalhos de construção da primeira fase podem arrancar, nomeadamente da torre residencial, que terá cerca de 100 apartamentos.

“Até hoje tivemos uma grande experiência na cidade e um feedback muito bom dos clientes, que apreciaram a qualidade do ‘Espinho One’, e da autarquia, que nos acolheu sabiamente, sabendo que poderíamos alocar os nossos recursos em outros lugares do país. Esperamos ter esse apoio contínuo, para criar um impacto que acabará por mudar e reviver aquela parte da cidade. Espinho vai ter a glória que um dia teve e todos vão ganhar”, acrescenta o responsável.

Nos últimos quatro anos, a empresa concluiu nove projetos imobiliários em Gaia, Porto e Espinho, cujos investimentos ascenderam a 21 milhões de euros, sendo que em 2019 o valor investido em aquisições totalizou 45 milhões de euros.