Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Deco Alerta: Tudo o que precisas de saber sobre a instalação de painéis solares em casa

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Os portugueses parecem estar cada vez mais atentos à importância das energias renováveis. No artigo de hoje da rubrica semanal Deco Alerta, destinada aos consumidores em Portugal e assegurada pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news, explicamos-te tudo sobre a instalação de painéis solares em casa. 

Envia a tua questão para a Deco, por email para decolx@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Quero instalar painéis de energia solar em casa, mas não sei como fazê-lo, nem tão pouco a quem recorrer. Podem esclarecer-me?

Recebemos muitas questões como a tua de consumidores interessados em painéis solares e até em aparelhos de climatização com recurso a energias renováveis. Aliás, muito recentemente, pelo Dia Mundial da Energia, lançámos uma área no nosso site dedicada às energias renováveis, onde podes encontrar conselhos, testes e uma comunidade de utilizadores que te ajudarão a esclarecer dúvidas e a trocar experiências sobre sistemas de aquecimento e climatização mais sustentáveis e amigos do ambiente.

Para já podemos dizer-te que a tua decisão é muito acertada, não só para poupares nas tuas contas, mas também para ajudar a preservar o nosso planeta. Com esta mudança, poderás obter até cerca de 75% da energia anual necessária para aquecer a água da casa. Precisas de saber que um coletor solar (painel que capta a luz solar), instalado no telhado, recebe energia solar e transfere-a para um fluido térmico (mistura de água e anticongelante). Esse fluido térmico já quente é encaminhado para um depósito, onde transfere a sua energia (calor) para a água que será utilizada mais tarde. 

Há dois sistemas de solares térmicos, consoante o tipo de circulação do fluido térmico:

  • Termossifão. A circulação é feita apenas através da diferença de densidades entre o fluido quente, que sobe, e o fluido frio, que desce. Para que isto aconteça, é necessário que o depósito esteja situado num nível superior ao dos coletores. É normal que fiquem ambos instalados no exterior da habitação, o que implica perdas de temperatura elevadas no depósito de acumulação
  • Circulação forçada. A circulação é feita através de uma bomba que entra em funcionamento sempre que a temperatura nos coletores seja superior à do depósito em cerca de oito graus celsius. Dado que a circulação é forçada,  o depósito pode ficar num nível inferior ao dos coletores, sendo muitas vezes instalado na cave, arrecadação ou garagem da habitação. 

Quanto aos coletores, existem no mercado três tipos:

  • Coletores de polietileno. Exclusivos para o aquecimento de piscinas
  • Coletores planos seletivos. São a tecnologia mais utilizada no nosso país. Funcionam bem com as temperaturas de água compatíveis com o aquecimento de águas sanitárias e estão bem adaptados ao nosso clima e à radiação solar
  • Coletores de tubos de vácuo. Atingem temperaturas mais elevadas, pelo que são mais utilizados quando se pretende captar energia solar para aquecimento ambiente. Como a estação de aquecimento em Portugal é curta, não têm sido uma das escolhas principais.

Informa-te mais sobre este assunto aqui