Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

há salários atrasados em mais de 700 empresas

Autor: Redação

a autoridade para as condições do trabalho (act) acompanhou, no ano passado, 707 empresas com salários em atraso, afetando 7.166 trabalhadores, revela o seu relatório anual de 2011, que será divulgado esta sexta-feira. de acordo com o documento citado pela agência lusa, foram também acompanhadas 102 empresas com processos de despedimentos coletivos, abrangendo 6.157 trabalhadores, e 133 com despedimentos por extinção de postos de trabalho, afetando 8.520 trabalhadores

no total, foram abrangidos mais de 14.600 trabalhadores e detetadas 319 infrações, tendo sido aplicadas coimas entre os 287.334 e os 560.208 euros, revela a agência financeira

a act seguiu ainda 171 empresas que reduziram ou suspenderam as atividades laborais, num total de 4.616 trabalhadores afetados, 142 empresas que encerraram definitivamente, 94 que declararam insolvência ou falência e 16 que encerraram a título temporário

segundo a act, os inspetores do trabalho efetuaram 36 participações-crime ao ministério público para procedimento criminal, em sequência de recolha de indícios para apurar situações de fraude, encerramento ilícito ou falta de pagamento pontual das retribuições dos trabalhadores