Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Desempregados inscritos no IEFP em máximos de quase quatro anos

IEFP
IEFP
Autor: Redação

No final de janeiro de 2021, em pleno confinamento, estavam inscritos 424.359 desempregados nos centros de emprego, segundo dados divulgados pelo IEFP esta segunda-feira (22 de fevereiro de 2021). Trata-se de um aumento de mais de 22.000 desempregados num mês, sendo preciso recuar até maio de 2017 (quase quatro anos) para encontrar um valor mais elevado.

“No fim do mês de janeiro de 2021, estavam registados, nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas, 424.359 indivíduos desempregados, número que representa 71,2% de um total de 596.290 pedidos de emprego. O total de desempregados registados no país foi superior ao verificado no mesmo mês de 2020 (+103.801/+32,4%) e face ao mês anterior (+22.105/+5,5%)”, lê-se no site do IEFP.

Segundo o instituto, “para o aumento do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2020, variação absoluta, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário”.

A nível regional, o desemprego registado aumentou em todas as zonas do país, destacando-se, em termos homólogos, o Algarve (+61,3%), a região de Lisboa e Vale do Tejo (+45,3%) e a região da Madeira (+30%).

IEFP
IEFP