Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Licenciamento de obras de construção e reabilitação sobe 10% num ano

Autor: Redação

As câmaras municipais licenciaram 3.400 obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais no primeiro trimestre do ano, mais 10% face ao mesmo período do ano passado. Já o licenciamento de fogos em construções novas cresceu 21,1% em termos homólogos, para um total de 4.203 habitações.

Em causa estão dados que constam na Síntese Estatística da Habitação de maio, divulgada pela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN). Segundo a mesma, o consumo de cimento no país totalizou 645.000 toneladas, um valor 1,1% inferior ao verificado nos primeiros três meses de 2017.

“Relativamente ao stock de crédito concedido pelas instituições financeiras às empresas do setor da construção e imobiliário registou-se, em março, uma quebra de 5,4%, em termos homólogos. De igual modo, o stock de crédito à habitação concedido pelas instituições financeiras a particulares verificou uma redução de 1,3%, totalizando 92,94 mil milhões de euros. Já no que concerne ao novo crédito concedido para aquisição de habitação assistiu-se a uma subida de 21,2%”, lê-se no documento.

De acordo com a AICCOPN, o valor médio da avaliação bancária na habitação aumentou 5,4% em termos homólogos, fixando-se em 1.167 euros por metro quadrado (m2).

Boa dinâmica nos Açores

No caso dos Açores, foram licenciados 450 fogos em construções novas nos primeiros três meses de 2018, o que traduz um aumento de 2,3% em termos homólogos. “Destes, 44,9% são de tipologia T3 e 30,7% de tipologia T2. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em março, um aumento em termos homólogos, de 7,3% para 1.053 euros por m2”, conclui a entidade.