Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Depois de Carcavelos, austríacos da Milestone investem em residência de estudantes no Porto

O edifício está em fase de construção avançada e deverá ter 220 quartos / Elisabete Soares
O edifício está em fase de construção avançada e deverá ter 220 quartos / Elisabete Soares
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

A Milestone, que pertence ao grupo austríaco Value One, está a desenvolver um empreendimento residencial para estudantes no polo universitário de Paranhos, no Porto. O edifício está em fase de construção avançada, estando previsto ter 220 quartos, individuais e duplos. A abertura está agendada para o início do ano letivo de 2019/20. 

O grupo austríaco já está presente em Portugal e tem projetos para alargar os seus investimentos no curto prazo. Pedro Machado, senior project manager da empresa, revelou ao idealista/news que a Milestone é, por exemplo, “o operador da Residência de Estudantes do Campus de Carcavelos da Universidade Nova, um contrato de ‘joint-venture’ no qual participa uma outra empresa do grupo”.

A residência da Universidade Nova tem 122 quartos e abriu em agosto. Os preços, de acordo com os dados recolhidos no site, vão dos 545 euros – quartos com no mínimo com 20 metros quadrados (m2) – até aos 695 euros, valores que incluem as despesas e serviços disponibilizados pelo operador. 

Já a residência da Milestone em Paranhos posiciona-se no segmento alto do mercado de alojamento universitário privado, adiantou Pedro Machado, abrindo um pouco o véu sobre outro dos projetos da Value One em Portugal. “Iniciou-se em setembro a construção de uma residência com 199 quartos em Lombos, Carcavelos, Lisboa”, disse, salientando que a empresa tem outros projetos na calha “também na área da hotelaria”.

Localização privilegiada em Paranhos

O empreendimento residencial da Milestone em Paranhos tem uma localização privilegiada, em frente à estação de Metro do Polo Universitário e da Faculdade de Medicina Dentária, da Universidade do Porto. 

“A residência terá 220 quartos, totalmente mobilados com peças de design exclusivo Milestone, e equipamentos com mini cozinhas e casa de banho privativa. As áreas comuns compreendem salas de estudo, uma lavandaria self-service, um ginásio e sala multiusos”, explicou o responsável.

O empreendimento terá ainda um espaço comercial preparado para uma cafetaria ou pequeno restaurante. Haverá também “dois pisos de estacionamento com capacidade para 89 automóveis, 20 motociclos e 13 bicicletas”.

De referir que o edifício, que tem uma área total de construção de 9.165 m2 e 30 metros de altura – serão nove pisos acima da cota soleira e um abaixo –, tem o projeto licenciado pela autarquia desde fevereiro. 

Mais de 20.000 estudantes deslocados

De acordo com um estudo realizado pela consultora JLL, em parceria com a Uniplaces, publicado em novembro de 2017, há no Porto “um potencial de crescimento de cerca de 4.000 camas, com o ‘pipeline’ de curto-prazo a situar-se entre as 2.500 a 3.500 camas”.

Eram conhecidos, até essa data, os investimentos dos ingleses e sauditas da MEFIC Capital e Round Hill Capital, na rua do Amial – onde estão previstas 1200 unidades –, da Temprano Capital Partners e da SPRU, atualmente o maior operador no Porto. 

A oferta até essa data era de 290 quartos em residências privadas, 2.400 quartos nos apartamentos privados, 1.250 quartos em residências universitárias públicas, além dos 420 quartos em apartamentos geridos por operadores especializados no setor. Contudo, a população estudantil na Invicta ascende a mais de 56.000, dos quais 23.000 deslocados, incluindo 6.000 estrangeiros.

Características topo de gama

O que distingue a Milestone da concorrência? “Uma residência Milestone combina as vantagens únicas de um alojamento topo de gama com a integração numa comunidade vibrante de estudantes”, responde Pedro Machado.

Na sua opinião, o projeto residencial para estudantes em Paranhos posiciona-se num segmento alto de mercado. O responsável não quis, no entanto, adiantar os preços de arrendamento que vão ser praticados nos futuros espaços.

O pedido de licenciamento da unidade em Paranhos foi feito através da empresa Gravity Prism, que mudou de nome para Studenthouse Rua Manuel Pereira S.A. Já a construção está a cargo da empresa portuguesa Garcia Garcia. 

O operador Milestone está presente na Hungria, em Portugal e na Áustria, país de origem e onde tem vários empreendimentos residenciais para estudantes.