Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arrendamentos de alojamentos para universitários rendem um milhão por semana

Autor: Redação

O negócio de arrendamento de alojamentos a estudantes universitários está a gerar um milhão de euros por semana, em termos médios, para a Uniplaces. A plataforma online, especializada nesta área do imobiliário, diz ainda que agrega mais de 3000 proprietários particulares e profissionais, e que as zonas que registam maior procura por parte dos universitários em Lisboa são os Anjos, Arroios e Alameda, seguidos por São Sebastião, Santos, Bica e Bairro Alto.

Já no Porto, de acordo com a start-up de base portuguesa presente em 39 cidades de nove países europeus, as preferências dos jovens recaem na Lapa, Marquês e Cedofeita.

Dando nota em comunicado de que o arrendamento universitário vale 249 milhões de euros em Portugal e mais de 19 mil milhões na Europa, a plataforma com quatro anos de idade diz querer consolidar ainda mais a sua posição neste mercado e promete crescer.

André Rodrigues Pereira, administrador da Uniplaces em Portugal, afirma que “os valores que todas as semanas estão a ser gerados em arrendamento, através da Uniplaces, irão aumentar exponencialmente nas próximas semanas, devido ao início da época escolar, agora em setembro”.

Quais as zonas mais procuradas lá fora?

“Em Espanha, La Latina, Malasaña e Chamberi são os bairros mais procurados pelos estudantes que precisam de alojamento na cidade de Madrid. Em Barcelona, as preferências dos jovens dividem-se por duas zonas: a primeira, no centro da cidade, que abrange o Barrio Gótico e o bairro de El Raval. Na segunda zona, mais a norte, destaca-se a forte procura nos bairros de L’Eixample e Grácia”, refere o comunicado da Uniplaces.

Já em Milão, Itália, destacam-se três zonas preferenciais para o alojamento universitário: Bocconi, Bovisa-Dergano e Città Studi. E em Berlim, a capital alemã, são as zonas de Wedding e Mitte as mais procuradas para o arrendamento de estudantes ou recém-licenciados.