Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quartos para universitários em Lisboa custam mais do dobro que em Braga

Tim Gouw/Unsplash
Tim Gouw/Unsplash
Autor: Redação

Os estudantes universitários têm cada vez mais dificuldade em encontrar alojamentos a preços acessíveis. Arrendar um quarto numa casa particular em Lisboa custa, em média, 450 euros – mais do dobro do que custa em Braga, onde os valores rondam os 200 euros. Na Invicta o preço situa-se na média dos 275 euros mensais.

Quase 44.000 alunos conseguiram colocação na primeira fase do concurso de acesso ao Ensino Superior. E é chegada a hora de “fazer as malas”e procurar casa. Mas a verdade é que o mercado de arrendamento universitário continua a ter mais procura que oferta, um cenário que se vê refletido nos preços, cada vez mais altos.

Os dados, recolhidos pela Federação Académica do Porto (FAP) e pela Federação Académica de Lisboa (FAL), em dezembro do ano passado, e citados pelo Público, mostram que a evolução de preços tem seguido uma trajetória ascendente. A perceção dos dirigentes, e já para este ano letivo, é a de que já existem alunos a arrendar quartos a 550 e 600 euros nas duas principais cidades.

As subidas são mais evidentes em Lisboa e Porto, contudo nas restantes cidades universitárias, como Braga, Vila Real, Coimbra e Covilhã, o alojamento também tem sofrido aumentos sucessivos nos últimos anos.

Em Braga, segundo o jornal, um quarto numa casa privada custa em média 200 euros por mês, mais 50 euros do que há quatro anos. Em Vila Real, a média do custo de um quarto fixa-se em 160 euros, um valor 30 euros mais elevado do que o praticado no ano passado.