Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vão nascer 256 casas com vista para o rio Douro - belgas vão investir 85 milhões em Gaia

Novos apartamentos têm todos terraço e os valores variam entre os 150 e os 900 mil euros.

Novas casas em Gaia
 Thomas & Piron e Promiris
Autor: Redação

Há um novo projeto residencial a nascer junto ao rio Douro, na zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia. Trata-se do Gaia Hills, um empreendimento que vai colocar no mercado 256 novos apartamentos com terraço e vista sobre o rio e a cidade do Porto. E é com um investimento total de 85 milhões de euros que os grupos belgas Thomas & Piron e Promiris vão fazer avançar este projeto, cuja primeira fase arranca já no segundo semestre de 2022.

É tendo em conta "as tendências atuais de estilo de vida" em harmonia com a natureza que o projeto Gaia Hills foi pensado. Aqui vão nascer 256 novos apartamentos de várias tipologias - de T0 a T5 - e também para vários bolsos, já que os valores variam entre os 150 e os 900 mil euros. Todas as habitações vão beneficiar de "áreas de terraço amplas com vistas espetaculares e únicas sobre o rio e a cidade do Porto", lê-se no comunicado enviado às redações.

Estas novas casas vão ser distribuidas por um total de oito edifícios que terão entre quadro a cinco pisos. Só acima do solo, o Gaia Hills terá uma área total de construção de cerca de 30.500 metros quadrados (m2). Está também prevista a conscrução de um estacionamento na cave, arrecadações, áreas técnicas, assim como áreas comuns em cerca de 15.860 m2. As áreas exteriores comuns terão um total de 18.200 m2 e é aqui estarão os espaços verdes que vão contar com áreas recreativas, uma praça central e acessos pedonais aos diferentes edifícios, detalham no documento.

A localização e a sua integração no ambiente natual são dois pontos em destaque neste empreendimento. Quem o diz é Christian Terlinden, Managing Partner da Promiris: “A vista panorâmica sobre o rio Douro, a localização singular e a qualidade de construção, fazem do Gaia Hills a morada ideal para quem procura viver com qualidade e na natureza", citam no documento.

Novo empreendimento em Gaia
Gaia Hills /  Thomas & Piron e Promiris

Arquitetura, natureza e sustentabilidade de mãos dadas

Situado na antiga Quinta do Vale de Amores, este projeto residencial assinado pelo Gabinete Saraiva + Associados, estará inserido num "osásis verde", dizem. E a sua arquitetura foi pensada numa "abordagem ecológica e sustentável, que integra espaços verdes e residenciais na sua urbanização e que incorpora ainda sustentabilidade no seu design", refere a mesmoa publicação.

Em termos de construção sustentável, o Gaia Hills incorporará um sistema de aproveitamento da água da chuva para irrigação e/ou para uso em descargas sanitárias, por exemplo. E ainda vai possuir painéis fotovoltaicos para produzir energia renovável e coletores para gerar água quente sanitária, explicam desde a empresa.  O objetivo dos promotores belgas é tornar o Gaia Hills num dos "projetos mais emblemáticos em termos de sustentabilidade ambiental e ecológica".

O senior project manager da Thomas & Piron, David Carreira, acredita que o "Gaia Hills é um projeto verdadeiramente diferenciador" e explica porquê: "A localização prime, na primeira linha de rio, confere a este projeto uma vista impactante sobre o rio Douro, a que acresce toda uma ampla zona verde envolvente. A qualidade da construção, a par da funcionalidade dos apartamentos, as áreas exteriores exclusivas e o estacionamento privativo, são, juntamente com a localização e vistas, sinónimo de qualidade de vida. Acreditamos por isso no seu sucesso", conclui.

Novas casas em Gaia
Gaia Hills / Foto de Magda Ehlers no Pexels

Para Christian Terlinden, da Promiris, comprar casa no Gaia Hills "é uma oportunidade de investimento seguro, dado o projeto acentuar detalhes de excelência. Estamos confiantes que terá bastante procura", avança.

Localização na "segunda linha de Gaia"

O projeto irá também beneficiar da designada “a segunda linha do metro de Vila Nova de Gaia”, que ligará o Campo Alegre, no Porto, a Santo Ovídio, em Gaia. A nova linha, com seis quilómetros, terá seis estações: Campo Alegre, Arrábida, Candal, Rotunda VL8, Devesas e Soares dos Reis.

Recorde-se que o concurso público internacional para a conceção de uma nova ponte sobre o rio Douro, que permitirá concretizar a chamada “segunda linha” de metro de Gaia, foi lançado no passado mês de março.

Metro do Porto e Gaia
Wikimedia commons