Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Escritórios ao rubro em Lisboa: Malhoa 14 muda de mãos e passa a ter como dono a FS Capital

Trata-se de um edifício que tem mais de 4.300 metros quadrdos (m2) e que será alvo de obras de remodelação.

Autor: Redação

O Edifício Malhoa 14, situado na Avenida José Malhoa, perto da Praça de Espanha e de Sete Rios, em Lisboa, mudou de mãos: foi vendido à FS Capital pela Profile S.G.F.I.I, gestora de investimentos imobiliários, sendo que o valor da transação não foi revelado. 

“Este edifício conta com mais de 4.300 metros quadrdos (m2) de escritórios e 97 lugares de estacionamento e será submetido a uma remodelação de modo a que se torne num espaço mais atual e referencial na zona, de modo a dar resposta ao crescente interesse nesta zona por parte de empresas nacionais e sobretudo multinacionais. Esta intervenção é um bom exemplo de como o mercado imobiliário se está a reinventar, aproveitando o novo rumo que o mercado de escritórios está a tomar”, refere em comunicado a consultora CBRE, que representou o vendedor no negócio, juntamente com a Altamira Asset Management.

Trata-se de um imóvel que se encontra “numa zona onde é possível encontrar bancos, lojas de comércio local ou até supermercados”, sendo “um local de referência tanto no setor financeiro como na hotelaria”, lê-se no documento.

Para Nuno Nunes, diretor de Capital Markets da CBRE, Sete Rios e Praça de Espanha “são exemplos paradigmáticos da popularidade que zonas fora do CBD estão a receber com a criação conjunta de novos escritórios, restauração e serviços em conjunto com um programa integrado de intervenção da câmara na melhoria substancial dos espaços públicos”.

Já João Ribeiro, Real Estate Singular Coordinator da Altamira, considera que as características do edifício e o seu potencial de requalificação vão potenciar um futuro produto imobiliário de referência na zona.