Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

dívida portuguesa volta amanhã ao mercado com juros mais caros de sempre

teixeira dos santos, ministros das finanças
Autor: Redação

portugal começa amanhã a pagar a factura do chumbo do pec iv e da demissão do governo. pela primeira vez desde que josé sócrates anunciou a sua decisão o país volta ao mercado, sem compradores garantidos. de acordo com o diário económico, o instituto de gestão da tesouraria e do crédito público (igcp) pretende colocar 750 a mil milhões de dívida de curto-prazo, a seis e 12 meses. a avaliar pelos juros a que estas linhas negociavam ontem, portugal deverá pagar cerca de 4,8% a seis meses e pouco mais de 6% pela maturidade a um ano, valores que posicionam esta dívida de curto prazo como a mais cara de sempre

segundo o diário económico, existem investidores a exigir juros superiores a 10% para comprar dívida portuguesa no mercado. em termos comparativos, portugal paga quase o mesmo por dívida a um ano que espanha paga para colocar dívida a 30 anos. ou cinco vezes mais face à dívida alemã para a mesma maturidade