Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

governador do bdp diz que reformas do sector público “não são suficientes”

carlos costa, governador do banco de portugal
Autor: Redação

as reformas do sector público em curso não são suficientes para assegurar a sustentabilidade das finanças públicas. a garantia foi deixada pelo governador do banco de portugal, carlos costa, numa conferência em lisboa. “temos de reconhecer que reformas empreendidas permitiram alterar decisivamente níveis globais do funcionamento da administração, mas não são suficientes”, referiu, salientando que é necessário “assegurar a sustentabilidade das finanças públicas"

ctado pela sic notícias, o responsável adiantou que “este é o momento para” corrigir os erros. “é necessário um novo contrato social, assente no desenvolvimento de instituições inclusivas que subordinem a despesa pública ao esforço tributário socialmente aceitável e a uma hierarquia de prioridades politicamente legitimada", acrescentou. "tem de ter esse ponto de partida, o que o estado está disposto a fazer, de acordo com o que a sociedade está disposta a pagar”, prosseguiu

segundo carlos costa, "a indisciplina financeira e os problemas de eficiência e da eficácia na captação e utilização dos recursos do sector público têm sido fenómenos permanentes” nos últimos 40 anos