Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

PJ investiga suspeita de corrupção com Vistos Gold

Autor: Redação

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar suspeitas de corrupção na atribuição de Vistos Gold (também designados como Vistos Dourados ou Golden Visa) a cidadãos estrangeiros, que passam a ter autorização de residência em Portugal mediante a compra de casas que custem mais de 500 mil euros.

Segundo o Correio da Manhã, há fortes indícios de corrupção, sendo que o esquema que está a ser investigado pela PJ envolve comissões ilegais e branqueamento de capitais, através de sociedades imobiliárias instaladas em zonas de luxo de Lisboa, Cascais e Algarve. A publicação adianta que a teia de corrupção está a ser investigada há vários meses pela PJ, sob coordenação do Departamento Central de Investigação e Ação Penal.   

Os Vistos Gold foram criados em outubro de 2012 com o objetivo de atrair investimento estrangeiro e podem ser atribuídos através de três formas: Transferência de capitais no montante igual ou superior a um milhão de euros; Criação de, pelo menos, dez postos de trabalho; Aquisição de bens imóveis de valor igual ou superior a 500 mil euros (é nesta situação que nos vamos centrar). É este ultimo que mais investimento estrangeiro tem gerado, esperando-se que o mesmo chega aos dois mil milhões de euros até ao final do ano.

Clique aqui e fique a saber tudo sobre a concessão de Vistos Gold