Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Franceses já são os estrangeiros que compram mais casas em Portugal

Autor: Redação

Os franceses passaram a ser os estrangeiros que mais casas compram em Portugal, destronando os britânicos e os chineses. Em causa estão estimativas do Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), relativos ao primeiro trimestre do ano.

“[Este fenómeno] é fruto de um trabalho de promoção do imobiliário português que tem vindo a ser feito desde 2013, ano em que a APEMIP assinou um protocolo de parceria com o Syndicat National des Professionnels de l'Immobilier, prevendo já nesta altura o potencial que o nosso mercado teria na captação de investimentos e poupanças dos franceses e lusodescendentes”, disse Luís Lima, presidente da APEMIP, em comunicado.

De acordo com a entidade, o investimento estrangeiro representou 20% do total das transações efetuadas nos primeiros três meses do ano, menos 3% que no período homólogo. “[Esta quebra justifica-se] não pela diminuição do investimento estrangeiro em Portugal, mas sim pela retoma e aumento da representatividade do mercado interno, que tem cada vez mais relevância para o imobiliário português”, explicou o responsável.

As zonas mais procuradas pelos investidores para comprar casa continuam a ser Lisboa, Porto e o Algarve, revelou Luís Lima: “O investimento dos ingleses continua muito concentrado na região algarvia e o dos chineses na região de Lisboa. Já o investimento francês tem uma distribuição territorial mais heterogénea, ainda que se concentre sobretudo em Lisboa, no Porto e no Algarve”.

Em primeiro lugar na lista de estrangeiros a investir em Portugal surgem então os franceses (26%), seguindo-se os ingleses (19%), os chineses (13%), os brasileiros (8%) e os belgas (5%).