Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Afinal, o que faz os famosos “mudarem-se” para Portugal, o destino da moda?

Os termómetros atingiram os 33 graus em Lisboa esta quinta-feira. Mas o (bom) clima é apenas um dos motivos que está a atrair cada vez mais celebridades a Portugal. A segurança, a gastronomia e a cultura, as praias, a fiscalidade e os preços baixos das casas – aumentaram, mas são ainda muito inferiores aos praticados noutras cidades europeias – também estão a fazer com que vários famosos se rendam aos encantos do país. John Malkovich, Monica Belluci, Michael Fassbender, Eric Cantona e Christian Louboutin já se mudaram para Lisboa e Madonna pode ser a senhora que se segue.

A rainha da pop foi vista em Lisboa, Sintra e na Comporta e terá demonstrado interesse em comprar a Quinta do Vinagre, em Sintra. Há ainda relatos de que adquiriu a Quinta do Relógio, no centro da mesma vila, por sete milhões de euros. E durante a estadia de mais de uma semana no país, a artista terá inscrito as filhas numa escola da capital. A existência de boas escolas é, aliás, outro motivo que ajuda a dar uma boa imagem de Portugal além-fronteiras.

“Não há nada que Portugal não possa oferecer a uma celebridade. Sabemos que muitas celebridades se estão a mudar para Portugal não só pelas questões dos benefícios fiscais, mas porque temos boas escolas internacionais, bons hospitais, etc. Tudo isto torna o país muito atrativo”, diz ao idealista/news Patrícia Barão, Head of Residential da JLL. 

"Não há nada que Portugal possa não oferecer a uma celebridade"

Patrícia Barão, JLL

Uma opinião partilhada por Rafael Ascenso, diretor geral da imobiliária Porta da Frente, que considera que em Portugal ninguém se sente estrangeiro: “Fatores como a existência de escolas internacionais e campos de golfe ajudam a complementar o potencial de Lisboa e Cascais. Para os famosos é muito importante viver num país ou cidade onde possam andar à vontade e ter um estilo de vida descontraído”.

Os elogios de Eric Cantona e Monica Belluci

Um dos primeiros famosos a fazer as malas e a vir viver para Portugal foi Eric Cantona. “Sinto-me vivo aqui [em Lisboa]”, declarou o ex-futebolista francês, numa entrevista ao The Guardian. Mais tarde foi a vez da atriz italiana Monica Belluci se desfazer em elogios à capital: “Adoro a cidade, as pessoas são muito acolhedoras, a comida é ótima, estão de parabéns por esta bela cidade, por um céu tão bonito, uma luz maravilhosa e por um país tão encantador”.

Também os brasileiros estão rendidos ao mercado imobiliário nacional. Se há uns anos tinham a Flórida (EUA) como destino de eleição – o sonho de qualquer brasileiro é ter uma casa em Miami – agora centram atenções em Portugal. E são vários os cariocas endinheirados que já investiram numa segunda casa em Lisboa, como por exemplo Aguinaldo Silva, Paolla Oliveira, Glória Perez, Cláudia Abreu e Fernanda Torres.

Um país com características únicas 

Quem passeia pelas ruas de Lisboa, as mais conhecidas e históricas bem como as menos “badaladas”, constata de facto que a cidade está ao rubro. Há turistas com mochilas às costas em todos os cantos da capital e percebe-se, pelas suas expressões, que estão encantados com o que vêm. Há sempre um sorriso no rosto e um smartphone na mão pronto a tirar uma selfie. “Na época dos descobrimentos os portugueses foram descobrir o mundo, agora é ao contrário, estamos a ser descobertos”, afirma Patrícia Barão.

A dinâmica cultural e o estilo de vida dos portugueses, a par do clima e da segurança, são algumas das características que estão a ajudar a por Portugal no mapa, referem as mediadoras contactadas pelo idealista/news. “A tendência de vir para Portugal atrai por ser moda, pela qualidade de vida e pelas vantagens económicas que possibilita”, conta Manuel Neto, gerente/managing partner da imobiliária Engel & Völkers.

Este é o momento, de resto, dos portugueses terem orgulho no seu país, adianta Patrícia Barão. “Por vezes não temos tanta consciência da beleza de Portugal como algumas pessoas que nos visitam”, diz. É fácil de perceber, portanto, porque há tantos estrangeiros a regressarem a casa com uma palavra gravada na memória: “saudade”.

"É dos países europeus com mais horas de sol no ano, é dos países que apresenta melhores infraestruturas a nível rodoviário, hospitalar e sobretudo urbano, é um dos países mais seguros e discretos do mundo, algo que as celebridades muito apreciam"

Gustavo Soares, Sotheby's

O diretor geral da Portugal Sotheby’s International Realty põe a humildade atrás das costas e afirma, convicto, que Portugal é “um destino único no mundo”. “É dos países europeus com mais horas de sol no ano, é dos países que apresenta melhores infraestruturas a nível rodoviário, hospitalar e sobretudo urbano, é um dos países mais seguros e discretos do mundo, algo que as celebridades muito apreciam”, justifica Gustavo Soares.

Vantagens Vs riscos?

Com tanta euforia em torno de Portugal é pertinente tentar perceber se este interesse dos famosos no imobiliário luso só traz benefícios para o setor imobiliário. Para Francisco Quintela, Managing Partner da Quintela & Penalva Real Estate, não há dúvidas: “De momento não consigo visualizar os riscos do mercado, a não ser o seu próprio reflexo no mercado internacional – quer isto dizer que à medida que a procura excede a oferta os preços aumentam”.

Um otimismo partilhado pela Sotheby’s e pela Porta da Frente, que consideram que as celebridades dinamizam muito mais que o setor imobiliário. “As vantagem são tremendas”, visto que as casas vendidas ficam em Portugal e que os “compradores induzem consumo e negócio nos locais onde passam a habitar”, refere Gustavo Soares. “[Falamos de] pessoas que vêm usufruir de tudo aquilo que temos para oferecer. Enchem aviões e restaurantes. Viajam por todo o país, alojando-se em hotéis. São consumidores das principais lojas e gostam dos produtos e criações portuguesas”, complementa Rafael Ascenso.