Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

FMI atento à subida dos preços das casas em Portugal

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Comprar casa em Portugal é cada vez mais caro, uma tendência que não está a passar ao lado do Fundo Monetário Internacional (FMI). A entidade alertou para a necessidade de se monitorizar esta escalada para evitar problemas do passado, nomeadamente ao nível de incumprimentos no crédito à habitação. 

“Os preços das casas em Portugal aumentaram cerca de 20% em termos reais desde 2013, o que compara com 7% na Zona Euro, atingindo máximos de 2009”, avisa o FMI no relatório sobre Portugal relativo à sexta avaliação pós-programa de ajustamento. “É preciso monitorizar de perto os riscos do imobiliário”, alerta a entidade liderada por Christine Lagarde.

Segundo o ECO, na resposta das autoridades nacionais a esta sexta avaliação do FMI são reconhecidos “os desafios do sistema financeiro” e enaltecidas as medidas anunciadas recentemente pelo Banco de Portugal (BdP), que vai criar três limites nos empréstimos da casa e ao consumo. 

As autoridades nacionais referiram, na resposta ao FMI, que não há indícios de uma bolha no setor imobiliário: “Nesta fase, não há indicações claras de sobrevalorização do mercado imobiliário. [Mas são necessários] esforços para aumentar a cobertura e melhorar a qualidade da informação sobre o mercado imobiliário, e é preciso fortalecer as ferramentas analíticas”.