Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portugueses falham 10 vezes mais o pagamento da prestação ao banco que da renda da casa

Os dados do Eurostat de 2016 mostram que os portugueses são, tradicionalmente, proprietários. Em cada dez, quase oito têm casa própria (75,2%) e destes mais de três com hipoteca ou crédito à habitação (36,7%). Mas para Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação, "muitas vezes a compra de casa não é por opção, é por falta de alternativa” e, por isso, “a aposta no mercado de arrendamento é fundamental”, diz, revelando que o incumprimento médio nas hipotecas é cerca de 10 vezes mais alto do que nas rendas.

“A principal razão para incumprimento nas hipotecas de casa não é a perda de emprego, são os divórcios. A hipoteca tem um nível de incumprimento superior ao arrendamento. Calculamos, com dados que nos chegaram do Ministério da Justiça, que o arrendamento tenha tido uma taxa de incumprimento de 0,5% em 2016 e 2017, quando no crédito bancário estamos nos 5%”, diz ao idealista/news a governante.

Segundo Ana Pinho, o segredo passa por aumentar a oferta de casas para arrendar a preços acessíveis, de forma a que as pessoas não optem tanto por pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. 

"Muitas vezes a opção por compra de casa não é por opção é por falta de alternativa"
Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação

“Temos de ter o arrendamento como alternativa e, para isso, temos de conseguir que tenha condições competitivas face à opção de compra. Para esse fim contará muito a oferta habitacional a custos acessíveis, porque enquanto para eu arrendar tiver de pagar muito mais do que pago por uma hipoteca bancária não vai ser fácil ganhar esta batalha. Muitas vezes a opção por compra de casa não é por opção é por falta de alternativa”, explica.