Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

“Precisamos de apostar numa habitação acessível aos cidadãos e adequada às suas necessidades”

Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação
Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação
Autores: @Frederico Gonçalves, Leonor Santos, Luis Manzano

O setor imobiliário está na ordem do dia. São vários os “players” que reclamam a necessidade de apostar na construção nova e no aumento de oferta, nomeadamente no mercado de arrendamento. Essa é também, de resto, uma ideia defendida por Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação. 

“Do ponto de vista da habitação, o que é essencialmente importante é termos não só casas, habitações, como uma oferta de habitação adequada à acessibilidade que os cidadãos têm”, diz ao idealista/news a governante. “O que precisamos de facto é de apostar numa habitação que seja acessível aos cidadãos e adequada às suas necessidades”, acrescenta.

"Hoje temos um SIL que reflete uma viragem de ciclo muito positiva no setor e que nos volta a pôr um sorriso no rosto"

Segundo Ana Pinho, que marcou presença esta quarta-feira na cerimónia oficial de abertura do Salão Imobiliário de Portugal (SIL 2018) – termina domingo, dia 7 –, este é de facto um bom momento para um evento como o SIL se realizar. 

“O SIL não surge hoje. O último SIL no qual participei ativamente foi há 20 anos. Hoje temos um SIL que reflete uma viragem de ciclo muito positiva no setor imobiliário e que nos volta a pôr um sorriso no rosto e um sentimento que de facto estamos a voltar a ter alguma capacidade de poder intervir, nomeadamente na área que mais me interessa, que é no setor da habitação”, conta.