Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

As zonas mais rentáveis para ser dono de um Alojamento Local

O Chiado dos tempos modernos é uma boa zona para investir em casas para turistas / Créditos: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian on Visual hunt / CC BY-NC-ND
O Chiado dos tempos modernos é uma boa zona para investir em casas para turistas / Créditos: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian on Visual hunt / CC BY-NC-ND
Autor: Redação

A Avenida dos Aliados, no Porto, e o Chiado, em Lisboa, são as zonas mais rentáveis do país para ser proprietário de um Alojamento local (AL). Trata-se de áreas onde um apartamento com dois quartos pode render até 150 euros por dia, segundo um estudo da GuestReady.

Com base na média de valores cobrados em 200 estabelecimentos de AL, localizadas em 26 zonas de Lisboa e do Porto, a GuestReady, uma empresa que gere casas para turistas, fez um estudo de mercado onde procurou avaliar os valores de rentabilidade por zonas e quanto é que um proprietário conseguirá ganhar por dia. Para isso, a gestora decidiu criar um mapa-jogo, inspirado no jogo de tabuleiro Monopólio, que inclui os preços médios diários das unidades de AL cobrados nas principais zonas das duas grandes cidades

GuestReady
GuestReady

As zonas mais rentáveis

O estudo indica que um apartamento com dois quartos pode render por dia até 150 euros na Avenida dos Aliados, com uma unidade idêntica a poder gerar até 140 euros na Rua Mouzinho da Silveira. Propriedades semelhantes na Rua do Alecrim e na Rua Garret, em Lisboa, podem também atingir receitas de 130 euros diários.

Os proprietários de alojamentos situados em zonas centrais de Lisboa e do Porto, como o Chiado, a Baixa, a área da Estação de S. Bento e a Rua de Sta. Catarina podem obter receitas diárias até aos 120 euros.  

As zonas menos rentáveis

Em relação às zonas mais baratas, o estudo indica a Rua da Cedofeita, no Porto, com preços médios entre os 70 euros e os 85 euros para apartamentos com um e dois quartos, respetivamente, bem como a Avenida Almirante Reis e o Largo do Rato, em Lisboa, com valores médios entre os 70 e os 90 euros por dia, consoante a tipologia.

Algumas áreas em torno das estações ferroviárias também apresentam valores mais baixos do que outras presentes neste “jogo”. Um apartamento com um quarto junto à estação de Campanhã (Porto) pode render em média 55 euros por dia, enquanto um alojamento semelhante perto da Estação do Oriente (Lisboa) chega a custar 75 euros.