Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Atividade e carteira de encomendas da reabilitação urbana recuperam em julho e "atenuam" quebras

O nível de atividade das empresas subiu 1,2% e a carteira de encomendas recuperou 1,3%, segundo dados da AICCOPN.

Autor: Redação

Em julho, o nível de atividade das empresas de reabilitação urbana aumentou 1,2% e a carteira de encomendas recuperou 1,3% face ao mês anterior, observando-se, assim, “um crescimento nos principais indicadores qualitativos” e “uma atenuação das quebras homólogas anuais ocorridas nos últimos meses”, de acordo o Barómetro da Reabilitação Urbana dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

Apesar da recuperação evidente em julho, e tendo em conta a respetiva variação em termos homólogos anuais, isto é, comparando com igual mês de 2019, as quebras são ainda de 8% ao nível de atividade, um valor que ainda assim é “menos negativo que os -11,3% apurados em junho”, segundo a AICCOPN.

No que diz respeito ao índice Carteira de Encomendas, “apurou-se uma recuperação de 1,3% face a junho, e uma contração de 4,9% em termos homólogos anuais, variação menor que a registada no mês anterior (-5,3%)”, ainda se acordo com o documento.

Já a  produção contratada, ou seja, o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, aumentou, em julho, para 9 meses, “intensificando a tendência de crescimento que se regista nos últimos 4 meses”.