Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Casas de luxo em Lisboa: vai nascer um empreendimento junto ao Parque Bensaúde

Trata-se de um grande empreendimento imobiliário em São Domingos de Benfica que terá casas para cerca de 1.200 pessoas.

Vai nascer um empreendimento de luxo junto ao Parque Bensaúde / Google Maps
Vai nascer um empreendimento de luxo junto ao Parque Bensaúde / Google Maps
Autor: Redação

Vai nascer junto ao Parque Bensaúde, em São Domingos de Benfica, Lisboa, um grande empreendimento imobiliário que terá casas para cerca de 1.200 pessoas. Imóveis que, dada a localização e o elevado preço de construção por metro quadrado (m2), deverão ser direcionados para o segmento de luxo

Em causa está um projeto de loteamento que está sob consulta pública até segunda-feira (13 de setembro de 2021) e que resulta do entendimento entre a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e os donos dos terrenos, escreve o Correio da Manhã (CM).

Segundo a publicação, trata-se de um projeto que aposta na “valorização do Parque Bensaúde enquanto área verde de grande valor paisagístico e patrimonial”. 

O que vai ser construído?

Quatro dos 15 hectares existentes serão destinados a espaços verdes de utilização pública e outros quatro hectares são para arruamentos e passeios, sendo que o plano prevê a criação de 243 lugares de estacionamento na via pública e de 386 subterrâneos, com saída para a estrada da Luz, adianta o jornal. 

O empreendimento prevê ainda a construção de vários edifícios, que serão repartidos por cinco quarteirões: um destinado a serviços, dois a habitação e comércio e dois a habitação, comércio e serviços. 

De referir ainda que o imóvel com acesso à avenida Lusíada e à estrada da Luz terá 19 pisos e 60 metros de altura. Já os edifícios mais baixos terão 18 metros de altura e serão virados para a estrada da Luz.

De acordo com o o Estudo de Impacte Ambiental, não se espera que o projeto, após a construção e entrada em funcionamento, “provoque impactes negativos significativos no ambiente”. O empreendimento só poderá avançar após Declaração de Impacte Ambiental Favorável ou Favorável Condicionada, por parte da Autoridade de Avaliação de Impacte Ambiental, escreve o CM.