Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Rendas comerciais: já foram pagos 25,3 milhões de euros em apoios

O programa Apoiar Rendas, com uma dotação de 150 milhões, foi criado para ajudar as empresas mais afetadas pela pandemia.

Photo by Freguesia de Estrela on Unsplash
Photo by Freguesia de Estrela on Unsplash
Autor: Redação

O Governo já pagou 25,3 milhões de euros em apoios às rendas comerciais, segundo declarações do ministro Pedro Siza Vieira, durante uma audição na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação. De acordo com o governante, o programa Apoiar Rendas – com uma dotação de 150 milhões –, criado para ajudar as empresas mais afetadas pela pandemia, recebeu mais de 22 mil candidaturas, num total de 62,3 milhões de euros.

"No programa Apoiar Rendas, já recebemos 22.373 candidaturas, correspondentes a um montante total de apoio de 62,3 milhões de euros, e já procedemos a pagamentos que ascendem a 25,3 milhões", disse o ministro, citado pelo Dinheiro Vivo. Quer isto dizer que 17% da dotação do programa já está esgotada.

A medida, recorde-se, prevê que as empresas com uma quebra de faturação entre 25% e 40% recebam um apoio equivalente a 30% do valor da renda, até um máximo de 1.200 euros por mês. Já para as empresas com quebras de faturação superior a 40%, o apoio às rendas será equivalente a 50% destes custos, até ao máximo de 2.000 euros por mês.

O programa foi recentemente alargado a outras tipologias de contratos de arrendamento não habitacionais, nomeadamente contratos de cedência de exploração, tal como o idealista/news noticiou. Os empresários em nome individual e sem trabalhadores a cargo também passaram a ser abrangidos.