Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Home Staging: Mais que uma casa, um cenário que faz sonhar

O espaço não é apenas a área entre paredes
Home Staging Factory
Autor: Redação

Mais que vender um espaço, o trabalho do Home Staging é despertar e vender um sonho. Na rubrica de hoje do idealista/news sobre Home Staging, assegurada pela Home Staging Factory, damos-te algumas dicas para explorares ao máximo a tua casa. Afinal, ensinar a aproveitar e valorizar ao máximo o potencial de cada espaço e tornar os imóveis mais atrativos é o nosso objetivo.

Iniciámos a semana com uma formação em cenografia. Porquê? Porque acreditamos que para criar casas apetecíveis e maximizar os espaços por onde passamos é importante alargar horizontes, ir beber inspiração a outras disciplinas e acima de tudo aprofundar e alargar o conceito de espaço.

Há muitas definições de espaço e outras tantas de cenografia. O espaço não é apenas a área entre paredes. O espaço é uma forma de representação de um mundo, de uma história. É a projeção de um sonho.

E é exatamente por isto que as pessoas não compram nem arrendam uma casa para morar; compram um estilo de vida.

O Home Staging, tal como o nome indica, está associado ao palco, à representação cénica e à criação de ambientes que potenciam o imaginário de quem visita o espaço. 

Neste sentido, o Home Staging assemelha-se à cenografia. Decorar uma casa é criar um cenário que potencia uma história e um estilo de vida desejável.

Uma casa vazia é um espaço sem vida, sem história e sem sonhos. É um lugar que requer um trabalho criativo que a maioria das pessoas não está preparada nem tem capacidade para fazer. Ou seja, acaba por ser um espaço subvalorizado, pois o seu potencial não está explorado nem é visível aos olhos da maioria.

Como explorar o potencial de uma casa?

Como Francis Bacon dizia, as casas são construídas para que se viva nelas, não para serem olhadas. Devemos pensar os espaços para que sejam atrativos para morar e não para observar, como se fossem uma montra.

Tal como num palco, é importante puxar pelos seus trunfos, pelo que a casa tem de melhor, minimizando os pontos menos positivos. Depois há que trabalhar em todas as vertentes e criar em cada divisão um cenário que evoque um bom sonho.

Luz natural

Um espaço com luz natural é um espaço com vida. Por isso, a luz natural é tão valorizada e é um dos trunfos de qualquer casa. Explorar o potencial da iluminação aumenta a atratividade de uma casa e o seu valor.

A luz natural na sala...
Home Staging Factory
... e na cozinha
Home Staging Factory

Recorrer a espelhos ou artifícios que iluminem bem o espaço é uma das técnicas mais usadas em palco, ou neste caso no Home Staging. Um dos grandes encenadores, Joseph Svoboda, destacou-se pela forma como iluminava os cenários quer recorrendo a espelhos, ao laser, ou às projeções múltiplas e adaptação da luz a contextos dramáticos específicos.

Espaço exterior

Um terraço, por mais pequeno que seja, ou uma vista que alargue horizontes é um dos maiores trunfos que uma casa pode ter. Permite logo à partida explorar dois universos diferentes. Um mais íntimo, familiar, caseiro e mais ligado ao recolhimento que todos anseiam; e outro mais sociável, expansivo, sonhador e normalmente associado ao espírito “outdoor”.

O espaço exterior
Home Staging Factory

Dependendo do tamanho e características do espaço podes criar uma sala de estar de exterior, um pequeno recanto de leitura ou apenas um espaço de fuga para beber um copo. Imagina que cena ali se pode viver e cria o ambiente ideal para que ela aí aconteça.

Circulação

A fluidez do espaço ajuda ao desenrolar da história. Para que a leitura seja fácil e imediata os espaços devem ser funcionais e a circulação fluída. O mobiliário e os acessórios não se podem transformar em obstáculos, dificultar a vida dos atores ou tapar ou dificultar o acesso a janelas, portas ou elementos funcionais. Também não devem dificultar de forma alguma a entrada de luz natural.

Haver espaço para circular é fundamental
Home Staging Factory

Criar espaço e dar a sensação de espaço ao visitante é o objetivo.

A encenação

Tal como no teatro, o cenário é parte integrante da história e como tal do sucesso ou insucesso da peça. Para se conseguir a melhor rentabilização do espaço tem de se criar o cenário que melhor suporta e evoca o estilo de vida que se vai viver dentro daquelas paredes. Tem de se criar ambientes que despertem emoções e criem memórias. O cenário tem obrigação de criar o desejo.

Detalhes...
Home Staging Factory
... que podem fazer a diferença
Home Staging Factory

Analisar o perfil do cliente e o potencial da casa está na base da decoração, que pode valorizar mais ou menos o espaço para os seus visitantes.

Mais que vender um espaço, o trabalho do Home Staging é despertar e vender um sonho. Quanto maior e mais realista o sonho, mais valorizado é o espaço onde o mesmo se pode vir a concretizar.

E o teu espaço que sonhos desperta?