Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Regresso à "normalidade": cuidados a ter ao sair de casa

O confinamento obrigatório por causa da pandemia chegou ao fim. Mas no momento de sair, há regras a seguir para evitar contágios.

Photo by Victor He on Unsplash
Photo by Victor He on Unsplash
Autor: Redação

O fim da pandemia internacional da Covid-19 ainda não foi decretado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e continuam as investigações científicas para tentar travar a propagação/tratamento do coronavírus, mas Portugal está, desde esta segunda-feira, a retomar a "normalidade". O estado de emergência acabou, o país entrou em situação de calamidade e com isso chega ao fim o confinamento obrigatório. Mas ao sair de casa, há cuidados a ter para evitar novos contágios. Apresentamos um resumo, com regras básicas que valem ouro neste momento.

O respeito pelo distanciamento social e a etiqueta respiratória são para manter. E a Direção-Geral da Saúde (DGS), tal como escreve o Público, aconselha a não se pagar nada em dinheiro, usar lenços de papel para cobrir os dedos quando se toca em algum objeto, vestir mangas compridas e usar o cabelo apanhado, bem como proteção de máscaras nos transportes e serviços públicos, escolas e lojas. Lavar muito bem as mãos e usar gel desinfetante fazem parte também do protocolo de conduta a partir de agora, tais como outras regras que o jornal indica e agora citamos.

Lista de regras a respeitar para evitar contágios

  • Andar de máscara

cuidado para não se tocar em nada e logo a seguir mexer na cara. Se optares pela máscara de tecido, a social, é preciso que seja lavada na máquina de lavar roupa, utilizando o detergente habitual e uma temperatura de 60ºC. Também se pode optar pelo uso de máscaras cirúrgicas ou de respiradores N95 ou FFP2 de uso único.

  • Manter o distanciamento nos transportes públicos

Evitar as aglomerações e viajar nos transportes públicos em horas de ponta, privilegiando o horário entre as 10h e as 17h e usando sempre máscara de proteção. É aconselhável levar também álcool gel e luvas descartáveis. “Não ultrapasse as outras pessoas nas escadas, ocupe toda a largura nas escadas rolantes. Os elevadores das estações devem ser utilizados apenas por uma pessoa de cada vez”, recomenda o Metro do Porto. Na Área Metropolitana de Lisboa, haverá controlo da lotação nas estações críticas. Só se podem carregar os títulos mensais a partir do dia 26 de maio de 2020 para para evitar “formação de filas ou concentração em locais de venda” e minimizar “os contactos pessoais diretos”.

  • Manter segurança no local de trabalho

Deve desinfetarse as mãos, usar máscara e ter o máximo cuidado ao ir à casa de banho. Usar lenços de papel para cobrir os dedos quando se toca em algum objeto. Os trabalhadores devem ser informados da localização da área de isolamento, dos procedimentos a aplicar se surgir um caso suspeito e de como melhor garantir o espaçamento de segurança.

  • Cuidados a ter na ida às compras

Nas compras todos os cuidados são poucos. Os clientes devem desinfetar as mãos à entrada das lojas e continuar a fazê-lo no interior. Os colaboradores têm de usar máscaras, luvas e desinfetar todos os equipamentos necessários à compra a cada transação. 

  • O que fazer no regresso a casa

Começa por deixar tudo à porta: o calçado, as chaves e a carteira dentro de uma caixa junto à entrada, aconselha a DGS. Não toques em nada antes de lavar as mãos. Limpa o telemóvel com toalhitas humedecidas em álcool ou as usadas para bebés. De preferência, toma banho ou lava as partes expostas. Coloca a roupa, que usaste na rua, dentro de um saco e lava. Desinfeta as compras feitas. E se saires a passear o cão, limpa-lhe as patas antes de entrar em casa.