Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Suíça promove primeiro salão dedicado ao imobiliário e turismo português em setembro

Primeira edição do Salão do Imobiliário, Investimento e Turismo Português na Suíça realiza-se a 18 e 19 de setembro.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A organização da primeira edição do Salão do Imobiliário, Investimento e Turismo Português na Suíça (SIITPS), a cargo da Câmara de Comércio da Indústria e Serviços Suíça-Portugal (CCISSP), decidiu manter o evento na agenda – irá realizar-se nos dias 18 e 19 de setembro de 2020, em Genebra –, “porque acredita que este momento, se bem aproveitado, será uma alavanca para o relançamento destes setores da economia portuguesa num mercado de excelência, com elevado poder económico”. Segundo a CCISSP, o evento só será transferido para as datas já definidas para a segunda edição de 2021 em último recurso, se o Governo suíço assim o exigir.

Os suíços continuam a investir!”, refere a CCISSP, em comunicado, assegurando que, desde o início da pandemia, “tem vindo a acompanhar de muito perto a evolução da crise sanitária na Suíça”. “Enquanto Câmara de Comércio e enquanto organizadores consideramos ter uma responsabilidade acrescida neste contexto de crise, pois vivemos momentos mundialmente críticos e, por isso, queremos contribuir frutuosamente, através deste salão, para a retoma económica”, lê-se no documento.

Segundo a entidade, este ano, a CCISSP ocupa o lugar de vice-presidente da Association of International Chambers of Commerce (AICC), tendo decidido, como entidade organizadora, convidar a participar no SIITPS todas as câmaras de comércio membros (EUA, Rússia, Brasil, Canadá, França, Suécia, Emirados Árabes, Turquia, etc.), cujas sedes se encontrem em Genebra. O que permite aos expositores desenvolver contactos com potencias investidores internacionais, explica.

“Consideramos que tal constitui uma mais-valia para os expositores que irão participar neste salão, já que terão a oportunidade de estabelecer contactos diretos com um público profissional de negócios internacionais e potenciais investidores. (...) Temos verificado que os suíços, apesar da situação global, continuam a mostrar interesse em investir em Portugal”, comenta a CCISSP.

A CCISSP afirma, de resto, que tem constatado que os “suíços não desistiram de Portugal após a Covid-19, bem pelo contrário”. E a provar esta ideia revela que está a organizar uma viagem a Portugal de um grupo de investidores que pretendem investir 50 milhões de euros no país. Viagem essa que deverá acontecer durante este mês de julho.