Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quantos testes foram realizados desde o início da pandemia?

Entre março de 2020 e 30 de agosto de 2021, foram realizados em Portugal mais de 17 milhões de testes.

Quantos testes foram realizados desde o início da pandemia?
Público
Autor: Redação

Já foram realizados em Portugal mais de 17 milhões de testes desde o início da pandemia, ou seja, entre março de 2020 e 30 de agosto de 2021. Um número que inclui tanto moleculares como rápidos de antigénio.

Segundo o Público, que se apoia em dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, dos 17.002.403 testes de diagnóstico à Covid-19, 12.867.016 foram RT-PCR e 4.135.387 foram testes rápidos de antigénio de uso profissional. O instituto adianta ainda que os teste moleculares “foram realizados através de uma rede de 163 laboratórios, dos quais 42 pertencem ao SNS (realizaram 39% do total), 87 são privados (50,7% dos testes) e 34 pertencem à academia ou a outras instituições (10,3% dos testes)”. 

Quanto dinheiro foi gasto com os testes?

De acordo com a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), cujos dados dizem respeito aos testes vulgarmente conhecidos como PCR, o Ministério da Saúde gastou mais de 218 milhões de euros desde o início da pandemia até ao final de Julho em testes moleculares para detetar infeções pelo novo coronavírus, realizados pelos laboratórios privados. 

“O valor faturado entre março de 2020 e julho de 2021, conforme reportado pelo Centro de Contacto e Monitorização do Serviço Nacional de Saúde, totaliza 218.286.208 euros, correspondendo a um total de 3.365.759 requisições faturadas”, refere a ACSS. Feitas as contas, o preço médio ronda os 65 euros, escreve a publicação.