Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Moratória

Últimas notícias sobre "Moratória" publicadas em idealista.pt/news

Fim das moratórias: Deco Proteste propõe regime transitório no crédito à habitação

A Deco Proteste propõe a criação de uma solução transitória que poderá ajudar os consumidores com crédito à habitação a lidar com o fim das moratórias bancárias, previsto para setembro de 2021. “Na sua proposta, a organização de defesa do consumidor sugere um princípio de adesão a um regime transitório, com a duração máxima de dois anos, destinado a pessoas que continuem a preencher os critérios que levaram à adesão às moratórias no que respeita ao crédito à habitação”, refere a entidade em comunicado.

Notícia sobre:

BdP instaurou 10 contraordenações a 7 bancos sobre aplicação de moratórias de crédito

Desde o início da pandemia da Covid-19 que o Banco de Portugal (BdP) tem recebido várias reclamações sobre moratórias de crédito - que já perfaz um total de 1.667. Na sequência das irregularidades detetadas em 69 reclamações enviadas até ao final do primeiro trimestre de 2021, o BdP instaurou dez processos de contraordenação a sete instituições bancárias.

Notícia sobre:

Créditos em moratória recuam para 41,9 mil milhões de euros em março

No final de março de 2021, o montante global de empréstimos abrangidos por moratórias (públicas e privadas) era de 41,9 mil milhões de euros, menos 3,7 mil milhões que em fevereiro, revelou esta sexta-feira (30 de abril de 2021) o Banco de Portugal (BdP).  

Notícia sobre:

Fim das moratórias privadas: milhares de famílias começam a pagar a prestação da casa este mês

As moratórias privadas para o crédito à habitação acabaram esta quarta-feira (31 de março) para 86 mil particulares, que recomeçam, desta forma, a pagar a prestação da casa em abril, indicou o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, na comissão de Orçamento e Finanças sobre moratórias de crédito. O valor médio dos empréstimos que recorreram à moratória privada é de 38.000 euros.

Notícia sobre: