Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Moratória

Últimas notícias sobre "Moratória" publicadas em idealista.pt/news

Inquilinos querem alargamento de moratórias até ao final do ano

A Associação de Inquilinos de Lisboa (AIL) quer que o Governo alargue a moratória dos despejos até ao final do ano. Esta é uma das medidas extraordinárias que os inquilinos vão pedir ao Executivo com o objetivo de mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19 no mercado do arrendamento habitacional.

Notícia sobre:

Construção e imobiliário querem nova moratória para obrigações fiscais e contributivas das empresas

A Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) considera ser necessário implementar uma nova moratória para o cumprimento das obrigações fiscais e contributivas das empresas, uma medida que visa continuar a apoiar o esforço desenvolvido para manter os postos de trabalho.

Notícia sobre:

Crédito Agrícola concedeu mais de 19.300 moratórias de 2,1 mil milhões: só 16,5% são relativas a habitação

O grupo Crédito Agrícola aprovou, até ao final do primeiro semestre, mais de 19 mil moratórias associadas à pandemia da Covid-19, que correspondem a 2.128 milhões de euros, sendo que a maioria deste montante (80%) corresponde a crédito a empresas. Segue-se o crédito à habitação (16,5%) e, por fim, outros créditos a particulares (2,6%).

Notícia sobre:

Novo Banco concede 36,6 mil moratórias de crédito à habitação de 2.150 milhões

O Novo Banco concedeu 36.642 moratórias de crédito à habitação, desde março, num valor que totaliza cerca de 2.150 milhões de euros. De acordo com um comunicado do banco, 85% do total de contratos de crédito habitação mantiveram, porém, o pagamento integral das prestações, “mesmo num contexto adverso”.

Notícia sobre:

Crédito à habitação concentra maior número de moratórias atribuídas: foram 322.709 até junho

Desde finais de março até 30 de junho, os pedidos de adesão a moratórias de crédito abrangeram um total de 841.856 contratos. Destes pedidos, os bancos aplicaram as medidas de apoio previstas nas moratórias a 741.623 empréstimos - 70% dos quais correspondem a operações de crédito às famílias, e a maioria é relativa a financiamentos à habitação. Os dados foram divulgados esta terça-feira (11 de agosto de 2020) pelo Banco de Portugal (BdP), que agregam todas as moratórias, a pública e as privadas (dos bancos e das instituições de crédito especializado).

Notícia sobre:

Guia das moratórias: o que são, quem pode aderir e quais são os prazos

As famílias e empresas que pretendam (e possam) aderir à moratória pública do crédito – nomeadamente à habitação – vão ter mais tempo para o fazer, já que o prazo foi prolongado até 30 de setembro de 2020, revelou o Banco de Portugal (BdP), adiantando que as “condições que os clientes bancários devem preencher para poderem beneficiar destas medidas foram também flexibilizadas”. Quem pode, afinal, recorrer as estas moratórias públicas criadas pelo Governo para dar resposta à crise gerada pela pandemia da Covid-19? Quais são os prazos para aceder?

Notícia sobre:

Moratórias: Deco fala em balão de oxigénio

O Governo aprovou alterações às moratórias, que permitem suspender o pagamento das prestações da casa e do crédito para fins de educação e formação até final de março de 2021. Trata-se de um balão de oxigénio, refere a Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, lamentando, no entanto, o facto das moratórias públicas não contemplarem totalmente o crédito ao consumo.

Notícia sobre:

Covid-19: seis dos maiores bancos já concederam mais de 400 mil moratórias

As moratórias de crédito foram criadas como uma ajuda a famílias e empresas penalizadas pela crise económica desencadeada pela pandemia da Covid-19. Foi em março que o Governo aprovou uma moratória legal (pública), permitindo a suspensão do pagamento das prestações dos respetivos empréstimos bancários, nomeadamente do crédito à habitação – o mais procurado. Entretanto, o Executivo liderado por António Costa decidiu prolongar o regime até 31 de março de 2021, e incluiu mais clientes e mais créditos, sendo 30 de setembro de 2020 a data limite para aderir. Até agora, e segundo o balanço dos seis maiores bancos com atividade em Portugal, já foram concedidas mais de 400 mil moratórias.

Notícia sobre: