Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vistos

Últimas notícias sobre "Vistos" publicadas em idealista.pt/news

Vistos gold: investidos 496,7 milhões até agosto – menos 10,1% que há um ano

O investimento captado através da atribuição de vistos gold ultrapassou os 496,7 milhões de euros nos primeiros oito meses do ano, ou seja, entre janeiro e agosto. Trata-se de um montante 10,1% inferior face ao verificado no mesmo período do ano passado: 553 milhões de euros. Em causa estão dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Notícia sobre:

Governo cria visto “especial” para imigrantes à procura de emprego

Uma das medidas das Grandes Opções do Plano (GOP) para 2020 é a criação de um visto temporário, de curta duração, que permita a entrada legal em Portugal de imigrantes que venham à procura de emprego. Atualmente, quem quer vir trabalhar para o país tem de recorrer ao artigo 88, depois de estar em território nacional, um procedimento que pode levar meses a concluir-se. 

Notícia sobre:

Vistos de residência na Arábia Saudita custam 193 mil euros

A Arábia Saudita já concedeu os primeiros vistos de residência permanente a estrangeiros. São sobretudo médicos, engenheiros e financeiros – de 19 países – que conseguiram das mãos do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman a residência permanente na terra do petróleo. Para tal, depositaram 800 mil riyals (193,2 mil euros) nos cofres do reino.

Notícia sobre:

Passaporte português é o 5º mais poderoso do mundo: dá entrada em 185 países

Portugal tem o quinto passaporte mais poderoso do mundo. Dá entrada sem visto em 185 países. O primeiro lugar do ranking é dominado por três países asiáticos: Japão, Singapura e Coreia do Sul.

Notícia sobre:

Vistos gold: o que muda no setor imobiliário?

Paulo Portas deu ontem a conhecer as novas regras relativas à atribuição de vistos gold que o Governo apresentará ao Parlamento. A concessão de Autorizações de Residência para Investimento (ARI) a estrangeiros vai passar a ser sujeita a “auditorias regulares” por parte da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI). No setor imobiliário, será obrigatório apresentar no processo a caderneta predial do prédio a adquirir pelo investidor. O visto também poderá ser concedido a quem investir pelo menos 500.000 euros em obras de reabilitação urbana.

Notícia sobre:

Vistos gold: sucesso vs corrupção – resumo 2014

A recuperação do setor imobiliário deve-se em boa parte ao facto de haver cada vez mais estrangeiros, nomeadamente não europeus, interessados em investir em Portugal. E a compra de casa é a porta de entrada de muitos cidadãos no país, que mediante a compra de imóveis por 500.000 euros podem, por exemplo, circular no espaço Schengen. Mas nem tudo são boas notícias, já que a justiça detetou casos de corrupção que envolveram altos quadros do Estado.

Notícia sobre:

Vistos gold: Miguel Relvas também terá pedido favores para agilizar processos

O ex-ministro-Adjunto Miguel Relvas também poderá estar envolvido no processo “Labirinto”, que investiga casos de corrupção na concessão de vistos gold. Em causa está um alegado pedido a António Figueiredo – um dos arguido no processo – para agilizar alguns processos de atribuição de vistos, levando o então presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN) a falar com Manuel Palos, ex-diretor do SEF e também arguido neste processo.

Notícia sobre:

Vistos gold: PJ fez buscas na câmara de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) fez buscas na Câmara Municipal de Lisboa, na quarta-feira (dia 19), no âmbito da Operação Labirinto, uma investigação relacionada com a atribuição dos vistos gold e que já levou à detenção de 11 pessoas (cinco ficaram em prisão preventiva). Em causa estão contactos entre a autarquia – já confirmou as buscas –, António Figueiredo, ex-presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN), e o empresário chinês Zhu Xiaodong.

Notícia sobre:

Vistos Gold: estrangeiros já investiram 817 milhões em Portugal

O número de cidadãos estrangeiros que está a investir em Portugal através dos Vistos Gold não para de aumentar. E é no investimento imobiliário, com a compra de casas por valores acima de 500 mil euros, que este investimento se faz mais sentir. Dados do Ministério dos Negócios Estrangeiro confirmam que foram aplicados até 31 de julho cerca de 817 milhões de euros desde que o programa foi lançado, em outubro de 2012.

Notícia sobre: