Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O refúgio perfeito para viajantes que procuram escapar para a natureza

Novas formas de entender o turismo e o relaxamento levaram a Koto Design, em colaboração com Aylott & Van Tromp, a desenvolver as cabanas "hytte".

Créditos: Merge Visualisation
Créditos: Merge Visualisation
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

Os padrões de consumo mudaram nos últimos tempos. Tanto que todos os setores da economia estão a fazer um grande esforço para se adaptarem aos novos hábitos, nomeadamente o turismo, que acelerou vários processos com a chegada da pandemia. Uma das principais tendências apontadas por especialistas é a de que o turismo rural será uma das principais alavancas sobre a qual girará a recuperação do setor no pós-Covid.

“Nesse tipo de turismo, o turista viaja para pequenas comunidades, geralmente rurais, para conhecer o seu estilo de vida e cultura ou, em alguns casos, desconectar-se da cidade. Durante a pandemia, a alternativa do turismo rural e de natureza tornou-se cada vez mais popular ”, assinalam desde a Ostelea Tourism Business School.

Essas novas formas de entender o turismo e o relaxamento levaram a Koto Design, em colaboração com Aylott & Van Tromp, a desenvolver o seu mais recente conceito de cabana chamado "hytte" e que leva o galardão de hotel com encanto desta semana. Como reação à atual incerteza das viagens e à necessidade de modos de turismo mais sustentáveis, as cabines oferecem o refúgio perfeito para os viajantes que procuram escapar para a natureza.

“Este produto é uma reação direta ao mercado hoteleiro atual. Por um lado, há uma reação natural e pessoal às férias do mercado de massas, ao comercialismo convencional e a um senso crescente de ambientalismo. Depois, acrescentamos a Covid-19 e temos a tempestade perfeita ”, diz Theo Dales, sócio fundador da Koto Design.

A Koto Design é uma empresa especializada em casas modulares, cabines e pequenas construções esculturais. Foi responsável por todo o projeto arquitetónico, enquanto a Aylott & Van Tromp ficou a cargo de curar a marca e os interiores. A Merge Visualisation Studios é a responsável pelas fotografias deste projeto. 

O design limpo e simples de Koto mantém uma estética nórdica minimalista. Na verdade, isso é algo que reflete o nome desta cabana, já que “hytte” na verdade significa "cabana" em norueguês. "A cabana assume uma forma escultural elegante e funcional, com grandes vidros que emolduram as vistas das florestas e prados selvagens”, lê-se na descrição do projeto.

A madeira enegrecida nos alçados e tetos ajuda a conjugar as estruturas com a envolvente e os interiores caracterizam-se por tons naturais e terrosos. Cada cabine possui uma cozinha espaçosa, sala de estar e área de dormir com uma casa de banho escondida na parte traseira.

A ideia a partir da qual todo o projeto foi pensado e desenvolvido é proporcionar flexibilidade aos clientes. Cada solução começa com uma unidade, e depois os promotores podem decidir escalar para criar uma pequena comunidade semelhante a uma vila. Desta forma, a “hytte” é a escolha perfeita para grandes ou pequenas empresas comerciais. “Além disso, para garantir adaptabilidade às necessidades dos clientes que escolhem esta cabine, o produto oferece múltiplas possibilidades. O Hytte 'Hotel in a Box' é um kit de peças e serviços que inclui todas as ferramentas necessárias para colocá-los em operação rapidamente”, explicam ainda.