Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

crise: famílias poupam 30% na prestação da casa

poupança equivale a 207 euros na prestação ao longo dos últimos três anos
Autor: Redação

desde a falência da lehman brothers, período que coincidiu também com o pico das taxas euribor no final de 2008, as famílias viram os seus encargos com o crédito à habitação baixar consideravelmente. segundo os cálculos do diário económico, nos últimos três anos, as famílias com crédito à habitação indexado à euribor a seis meses, conseguiram poupar, em média, quase 30% no valor da prestação mensal

os cálculos tiveram em conta o exemplo de um empréstimo de 120 mil euros, com um ‘spread' de 2%, para um prazo de 30 anos. perante este cenário, entre abril de 2009 e abril de 2012, o montante pago em prestações totalizou 19.000 euros. ou seja, menos 7.500 euros do que os cerca de 26.500 euros pagos entre abril de 2006 e abril de 2009

este valor equivale a uma poupança, em média, de cerca de 207 euros na prestação ao longo dos últimos três anos. outro dado interessante a salientar é o facto de que quem tem o crédito associado aos indexantes de prazos mais curtos foi quem menos pagou em prestações nos últimos três anos