Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

fmi afasta aplicação de novos impostos

governo tem de arranjar medidas de consolidação orçamental de 5.400 milhões para atingir a meta do défice
Autor: Redação

o governo tem de arranjar medidas de consolidação orçamental no valor de 5.400 milhões de euros no próximo orçamento do estado (oe) para atingir a meta do défice de 3% do pib em 2013 acordada com a "troika". as autoridades internacionais continuam a querer que dois terços da consolidação venha da despesa, com cortes na administração pública, saúde e empresas públicas, e o outro terço de medidas do lado da receita, o que afasta o recurso a receitas extraordinárias

de acordo com o diário económico, tanto bruxelas como washington dão pistas de onde poderão vir os cortes no próximo oe. "o ajustamento virá principalmente da racionalização de custos e ganhos de eficiência adicionais na administração pública, no sector da saúde e no sector empresarial do estado, ao mesmo tempo que se limitarão os cortes nas despesas de capital", diz a comissão. do lado da receita, bruxelas fala apenas do alargamento da base tributária

a próxima revisão da “troika” terá lugar no final de agosto