Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

be considera que partidos e estado devem pagar imi

bloquistas defendem que "há um regime excessivo de benefícios e excepções” relativamente ao imi
Autor: Redação

o bloco de esquerda (be) considera que os partidos políticosdevem pagar" imposto municipal sobre imóveis (imi), tal como o estado. de acordo com o assessor de imprensa dos bloquistas, pedro sales, que se pronunciou sobre o tema após a aceitação judicial da acção interposta contra o estado pelo movimento revolução branca (mrb), “há um regime excessivo de benefícios e excepções” relativamente a este assunto

citado pelo diário de notícias, o responsável lembrou que o be já apresentou iniciativas legislativas que visavam a anulação da isenção de pagamento de imi por parte dos partidos, mas “foram chumbadas pela maioria”. a última das quais teve lugar no âmbito da aprovação do orçamento do estado para este ano, propondo um regime progressivo de imi e o fim de “um conjunto de isenções que já não são socialmente válidas”, nomeadamente de imóveis do estado, dos fundos imobiliários, das igrejas, dos colégios particulares e das instituições desportivas profissionais

sublinhe-se que o estatuto dos benefícios fiscais e o código do imi prevêem isenções no pagamento de imi, desde logo aos agregados familiares cujo rendimento bruto total não exceda 2,2 vezes o indexante de apoios sociais (ias), que este ano é de 419,22 euros, ou quando o valor patrimonial dos prédios do sujeito passivo não exceda dez vezes o ias

notícia relacionada

tribunal aceita acção popular para pôr fim à isenção de imi dos partidos